Reprodução/Ascom PFPA
Reprodução/Ascom PFPA

Quadrilha é investigada por falsificar laudos psicológicos para aquisição de armas no sudeste do Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Polícia Federal investigou crimes de associação criminosa e de falsidade na elaboração de laudos psicológicos falsos incluídos no Sistema Nacional de Armas (Sinarm), que regular a aquisição, porte, renovação e transferência de arma de fogo. A operação “Laverna” cumpriu três mandados de busca e apreensão em Tucuruí e outro em Marabá, região sudeste do Pará.

Segundo a PF, os investigados são responsáveis por comércio de armas na região. A Polícia acredita que se comprovada a falsidade dos laudos de avaliação psicológica, há grandes chances de outros documentos também terem sido adulterados.

CONTINUE LENDO...

Caso a hipótese seja confirmada, os suspeitos podem ser presos de dois a seis anos, com pagamento de multa, previstos no art. 4º da Lei nº 10.826/2003 (Estatuto do desarmamento).

As investigações continuam.

Com informações da ascom PFPA.

VER MAIS

VER MAIS