Foto: Divulgação/TJRJ
Foto: Divulgação/TJRJ

Justiça nega soltura dos delegados Adriana Belém e Marcos Cipriano

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Justiça do Rio de Janeiro manteve hoje, 25, a prisão dos delegados Adriana Belém e Marcos Cipriano. O desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, negou os habeas corpus pedidos pela defesa dos dois policiais civis, presos na Operação Calígula, desencadeada no dia 11 deste mês pelo Ministério Público do Estado do Rio. Esta é a segunda vez nesta semana que os dois policiais civis têm pedido de soltura negado pela Justiça.

Eles são acusados de integrar uma organização criminosa liderada pelo contraventor Rogério de Andrade voltada à exploração de jogos de azar.

CONTINUE LENDO...

Em defesa de Marcos Cipriano, os advogados sustentaram a ausência de fundamentação, o fato de ele ostentar a condição de réu primário, bem como possuir bons antecedentes, além de não ter anotação negativa em sua ficha funcional.

A defesa de Adriana Belém pediu a revogação da prisão ou a decretação de prisão domiciliar. Em uma busca em sua casa, no dia operação, foi encontrado mais de R$ 1,7 milhão em espécie o que, de acordo com o desembargador Joaquim de Almeida Neto, justifica a manutenção de sua prisão.

Fonte: Agência Brasil

VER MAIS

VER MAIS