Foto: Divulgação/Uefa
Foto: Divulgação/Uefa

Recheados de brasileiros, Real Madrid e Liverpool fazem a final da Champions League

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Chegou a hora da bola rolar para o duelo mais aguardado da temporada 2021/22. Neste sábado, Liverpool e Real Madrid fazem a tão esperada final da Champions League. O jogo acontece no Stade de France, em Saint-Denis, na França, às 16h (de Brasília).

Em sua terceira final em cinco anos, o Liverpool reencontra o algoz da temporada 2017/18. Desta vez, os Reds querem dar o troco no time espanhol, mas sabem que a missão não será fácil. Antes da partida, o técnico Jürgen Klopp comentou sobre o favoritismo do duelo. 

CONTINUE LENDO...

“Se você olhar a história do clube, a experiência do time, o jeito que o Real Madrid virou todos os jogos, o favorito é o Real Madrid. Mas sabemos que estamos no mesmo nível, precisamos jogar como sabemos jogar, sermos nós mesmos nessa partida. Essa é a minha maior preocupação: precisamos fazer o que sabemos fazer. Mas é claro que os jogadores do Real Madrid estão em um nível muito alto, e uma parte importante do futebol é estar confiante, seguro de si. Então, na realidade, não sei se existe um favorito”, disse Klopp.

Maior campeão do torneio, o Real Madrid volta a uma final de Champions depois de quatro anos, justamente contra o rival de 2018. Querendo repetir o final daquela temporada, o de Carlo Ancelotti vem empolgado para a decisão. Antes da partida, ele comentou sobre o duelo entre ingleses e espanhóis.

“Temos que mostrar nossas qualidades. Mostramos na temporada e temos que mostrar amanhã. Temos um compromisso coletivo muito grande e temos qualidades individuais. Jogadores que entram e fazem a diferença. O Liverpool vai pedir uma partida intensa, eles têm muita qualidade individual. A partida está aí… Quem mais conseguir mostrar sua qualidade vai se dar melhor”, disse Ancelotti.

LIVERPOOL (Técnico: Jürgen Klopp)
Alisson; Alexander-Arnold, Konaté, Van Dijk e Robertson; Fabinho, Henderson e Thiago Alcântara; Salah, Mané e Luis Díaz.

REAL MADRID (Técnico: Carlo Ancelotti)
Courtois; Carvajal, Éder Militão, Alaba (Nacho) e Mendy; Casemiro, Modric e Kroos; Valverde (Rodrygo), Benzema e Vini Jr.

VER MAIS

VER MAIS