Pai correu com filho no colo após disparo acidental que matou menino

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Depois de ter atirado contra o próprio filho, o trabalhador autônomo, de Formosa (GO), correu desesperada com o menino no colo em busca de socorro, mas a criança morreu.

Segundo a Polícia Civil de Goiás, o pai tinha registro de colecionador, atirador desportivo e caçador (CAC).

CONTINUE LENDO...

O caso foi na noite desta sexta-feira e as circunstâncias estão sendo investigadas.

Segundo o delegado Danilo Meneses, responsável pelo caso, o pai nutria excelente relacionamento com a criança. Pontuou ainda que o homem tem quatro armas registradas. Para superar dificuldades financeiras, ele pretendia vender legalmente um dos itens. Enquanto preparava o equipamento para uma foto, teria acionado o gatilho e atingido o menino.

“A hipótese preliminar é de que realmente tenha sido um disparo acidental. E que acabou levando a criança a óbito. O pai, após isso, ficou desesperado. Chegou a pegar a criança e correr durante a casa até o espaço da calçada com a criança no seu colo”, relatou o delegado.

VER MAIS

VER MAIS