Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Hamburgueria causa polêmica ao servir comida em potes de ração para cachorro

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma hamburgueria resolveu servir os hambúrgueres em potes de ração de cachorro e causou polêmica entre alguns clientes. Nos comentários das avaliações do Google sobre a hamburgueria Roots Parrila e Defumação, elogios e reclamações se misturaram na plataforma. A hamburgueria é localizada em Sobradinho (DF).

“Achei de péssimo gosto ser servido com vasilha pra cachorro comer. Extremamente decepcionado com a experiência. Até voltaria, mas é ‘modernismo’ demais para o meu gosto”, comentou Lucas Dallaio. Já Felliane Almeida também mostrou indignação: “Achei horrível a ideia de servirem em vasilhas de cachorro”.

CONTINUE LENDO...

Um dos comentários com mais expressão foi o de Rafaella Lenz Zimmer, que foi ao local no dia 15 de maio e achou a ideia de servir no pote de ração para cachorro uma “infeliz surpresa”.

“Chegamos e fomos bem recebidos, mas daí pra frente todo o resto nos frustrou bastante”. Segundo ela, tanto a porção de batata chips quanto a salada de batata foram servidas na vasilha.

“Qual a lógica? Não se encaixa com a proposta de ambiente que o restaurante tem e nem faz sentido”, complementou. “Pagamos um valor alto e saímos bastante incomodados. Espero, de coração, que possam melhorar”.

Explicação da Hamburgueria

Um dos sócios da hamburgueria, Marcondes Trindade, explicou que a Roots tem um conceito que quebra um pouco o tradicional.

“Nossa persona é um cara da roça, que não liga muito pro linguajar, algo bem ‘roots’ mesmo. Nossa decoração é assim e nossa forma de servir não podia ser diferente”, comentou.

Segundo ele, algumas comidas são servidas em cerâmicas que foram da obra. “Temos isso, além de alguns alguns acompanhamentos que vão numa vasilha que normalmente a galera usa pra comida de cachorro, mas nenhum cachorrinho comeu nos potes da Roots não”, afirmou o empreendedor.

“Tudo é nessa pegada, as luminárias são de escapamento de carro de ferro velho, tem um monte de corrente, nada é tradicionalista”, frisou.

Marcondes ressaltou ainda que, normalmente, não há incômodo quanto ao recipiente.

“A galera não se incomoda não, acha até engraçado”, finaliza.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS