Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc
Foto: Eliseu Dias / Ascom Seduc

Seduc finaliza em Mocajuba etapa regional dos Jogos Estudantis

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), encerrou, neste domingo,5, mais uma etapa da 64ª Edição dos Jogos Estudantis Paraenses (JEPs). Desta vez, o município de Mocajuba foi o anfitrião da fase regional do Baixo Tocantins, que reuniu cerca de 1 mil estudantes-atletas, professores e membros da equipe técnica.

Além da cidade-sede, também houve a participação de representantes de Abaetetuba, Acará, Igarapé-Miri e Moju, que disputaram nas modalidades futsal, handebol, futebol de campo, voleibol, basquetebol e vôlei de praia. Vale lembrar que a competição busca contribuir para o desenvolvimento integral dos alunos, fomentar a prática desportiva e funciona como seletiva para definir os representantes paraenses nos torneios escolares de nível nacional.

CONTINUE LENDO...

Os JEPs 2022 é direcionado aos estudantes-atletas dos gêneros masculino e feminino, com faixa etária de 12 a 14 anos (categoria A) e de 15 a 17 anos (categoria B). A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destacou que o esporte é um elemento fundamental na transformação e mudança na realidade de muitas pessoas.

“Estes jogos foram um momento de integração entre a comunidade escolar de cinco municípios, além de ser um incentivo ao esporte educacional. Desta competição, saíram atletas que vão representar o Estado do Pará em muitas competições nacionais. Reitero o compromisso do Governo do Estado, por meio da Seduc, de seguir investindo para fazer com que o esporte continue sendo esse elemento de inclusão e transformação social. Parabenizo ao NEL, pela brilhante iniciativa e agradeço a toda coordenação em nome da professora Ana Cláudia Neves, por me agraciar com essa belíssima honraria dos JEPs 2022, ainda mais aqui, na minha querida cidade de Mocajuba”, afirmou. 

CONQUISTAS

Quem volta para casa feliz da vida é o aluno da Escola Estadual Profª. Deuzalina Carneiro, em Acará, João Felipe, após conquistar o título de campeão em uma disputa acirrada. “Este foi um dos melhores JEPs da minha vida. Volto para a minha querida cidade de Acará com a medalha de campeão, destacando o nome da nossa escola e com uma experiência fantástica. Estávamos desacreditados, mas vencemos e vamos treinar cada vez mais para fazer o nosso melhor nas próximas competições”, disse o participante.

A professora de Educação Física, Sandra Corrêa, foi a responsável pela delegação de Igarapé-Miri e avaliou a realização desse evento desportivo. “Trouxe 260 pessoas, sendo 242 estudantes-atletas que competiram nas modalidades futsal e voleibol. Estamos voltando para casa com três colocações em 2º lugar e, para nós, depois de dois anos de pandemia, é motivo de orgulho ter conseguido representar muito bem o nosso município e estamos muito satisfeitos com os resultados”, frisou.

SATISFAÇÃO

“Foram três dias de muita emoção e confraternização entre estudantes-atletas, professores e comissão técnica. Para nós, mocajubenses, foi uma satisfação imensa acolher nossos colegas das cidades vizinhas e também ficamos felizes pela participação da nossa escola nas principais modalidades da competição. Tenho certeza que a cada ano, cada vez mais recuperados da pandemia, faremos com que os JEPs cresça e se fortaleça”, afirmou o diretor da Escola Estadual Isaura Baía, Godofredo Campos. 

O professor e diretor de Esporte da Prefeitura de Mocajuba, Marcos Lopes, falou que é uma satisfação muito grande receber a quarta fase dos JEPs 2022. “Quanto mais se investe no esporte, mais resultados positivos teremos no futuro. Este é o marco inicial, momento ímpar e pela primeira vez na história dos JEPs, o futebol de campo foi implantado, tendo os estudantes-atletas de Mocajuba como campeões. Que em 2023 possamos realizar novamente os jogos aqui, com a presença dos representantes de Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru e Oeiras do Pará, que não participaram desta edição”, disse o dirigente. 

Com informações da Ascom / Seduc

VER MAIS

VER MAIS