Reprodução/RemoTV
Reprodução/RemoTV

‘Estamos crescendo no momento certo’, afirma Bonamigo após goleada na Série C

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Remo fechou com duas vitórias a sequência de duas partidas seguidas em Belém pelo Brasileirão da Série C. Na noite dessa segunda-feira, 6, Brenner, Erick Flores, Daniel Felipe e Vanilson marcaram os gols que garantiram a goleada de 4 a 0 em cima do Campinense e deixaram o Leão com 16 pontos na quinta colocação da competição.

O resultado positivo deixou o técnico Paulo Bonamigo bastante confiante de que a equipe azulina está crescendo no momento certo do Brasileirão da Série C. Além disso, Bonamigo ressaltou que a dificuldade que o Remo encontrou por conta da chuva e do estilo de jogo da equipe paraibana.

CONTINUE LENDO...

“É uma competição que vem apresentando um equilíbrio muito grande. As equipes estão se ajustando. Essa Série C está nivelada. Não tem ‘galinha morta’, não tem um time que irá vencer com facilidade. O resultado de hoje (segunda-feira) surpreendeu, foi atípico. Enfrentamos uma das melhores defesas. Uma pena que choveu bastante, atrapalhou as duas equipes. Sabemos que o Campinense tem uma equipe muito rápida, com boa posse. Tem umas ideias e conceitos de jogo bem interessantes. Acho que fizemos um jogo bem regular, com aquela regularidade positiva. Estamos crescendo no momento certo”, disse.

Bonamigo aproveitou para falar ainda sobre a importância do meia-atacante Erick Flores ao time. De fora do jogo contra o Floresta por conta da prisão em Erechim pelo não pagamento de pensão alimentícia, Erick retornou ao time nessa segunda-feira e foi o autor de um dos gols da goleada.

O treinador do Remo ressaltou que a semana de Erick Flores nos treinamentos foi “excepcional” e que ele está “muito comprometido” com o projeto do clube de retornar ao Brasileirão da Série B em 2023. Bonamigo contou ainda que, no momento da prisão em Erechim, todos no clube ficaram preocupados e querendo ajudar o jogador.

“Ele teve uma semana excepcional. O Erick é um jogador maduro, muito comprometido com o projeto acesso. É um jogador que, desde o ano passado, vem com essa camisa com muita disposição. Quando teve o problema, o grupo foi muito empático, se preocupou com ele, não deixou de lado. Não só o grupo, mas a diretoria e comissão técnica queriam ajudá-lo”, finalizou.

VER MAIS

VER MAIS