Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Caso Yasmin: peritos realizam segunda etapa da reprodução simulada na noite de hoje

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Acontece na noite desta quarta-feira, 8, a segunda etapa da reprodução simulada do que teria ocasionado a morte da jovem Yasmin Fontes Cavaleiro de Macêdo. A informação foi confirmada pelo diretor da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, delegado Cláudio Galeno, responsável pela investigação do caso.

Participam desta fase peritos e atores que já se encontram nas águas da Marina Canto da ilha. No local, serão realizados testes de tiros e a simulação da noite em que a jovem caiu na água e desapareceu no dia 12 de dezembro de 2021. De acordo com a polícia, a expectativa é que os trabalhos sejam finalizados até a meia noite.

CONTINUE LENDO...

Relembre o caso

A jovem Yasmin Macêdo desapareceu na noite do dia 12 de dezembro, enquanto estava em um passeio de barco pelas águas do rio Maguari, em Belém. Além da jovem, mais 15 pessoas participavam deste passeio. Yasmin teria desaparecido por volta de 22h30, em circunstâncias que não foram esclarecidos devido a divergência de informações que foram prestadas por parte das testemunhas. Segundo a mãe da jovem, Eliene Cristina Fontes, existem ao menos três versões do que teria acontecido naquela noite.

No final da manhã do dia 13 de dezembro de 2021, o corpo da estudante foi encontrado, no Distrito de Icoaraci, nas proximidades de uma marina particular, a cerca de 11 metros de profundidade.

Segundo a mãe de Yasmin, houve relatos de que a jovem teria caído. Um outro depoimento informou que a vítima havia usado a escada da embarcação para urinar e acabou sumindo. Já uma terceira versão sobre o ocorrido, conta que Yasmin teria mergulhado no rio e desparecido.

Em depoimentos recentes, feito por passageiros da lancha, a polícia descobriu que foram efetuados disparos de arma de fogo na embarcação.

VER MAIS

VER MAIS