Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Justiça manda soltar adolescente que matou amiga em condomínio de luxo

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Foi solta na noite desta quarta-feira, 8, a adolescente de 16 anos que foi condenada por matar a amiga, Isabele Ramos, com um tiro na cabeça dentro de um condomínio de luxo, em Cuiabá, no ano de 2020. Hoje, a defesa conseguiu decisão favorável da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

A adolescente estava cumprindo pena de três anos no Lar Menina Moça, no Complexo do Pomeri, na capital. A Justiça decide a cada seis meses sobre a manutenção ou não da internação de adolescentes.

CONTINUE LENDO...

Nesta quarta, a defesa da adolescente conseguiu reverter a decisão da condenação, sendo assim, ao invés de homicídio doloso, a Justiça considerou que o crime passou para homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar.

A jovem recebeu alvará do juiz de primeira instância.

Relembre o caso

O crime aconteceu em julho de 2020. Isabele e a condenada eram amigas e tinham a mesma idade. Em agosto de 2020, o laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) mostrou que a pessoa que atirou e matou Isabele segurava a arma apontada para o rosto da vítima, a uma distância entre 20 e 30 cm, e a 1,44 m de altura.

Em abril deste ano, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a internação da acusada. A decisão foi do ministro Edson Fachin que negou o pedido de habeas corpus feita pela defesa da adolescente.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS