Reprodução/Equatorial
Reprodução/Equatorial

Pará registra 2.284 casos de interrupção de energia causados por pipas

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Empinar pipa é um hábito cultural que diverte crianças e adultos. E com a chegada da estação mais quente do ano na Amazônia, e da proximidade das férias escolares, a brincadeira se intensifica. Além disso, é comum observar pessoas soltando pipas por toda região do estado, próximo à rede elétrica, ação perigosa e que pode causar acidentes.

De acordo com a Equatorial Energia, os números de interrupções de energia motivadas por pipas chegam a somar 2.284 casos, somente de janeiro a maio deste ano, segundo o levantamento feito pela distribuidora. Belém registrou 311 casos de falta de energia elétrica devido ao uso de pipas próximo à rede elétrica. O município de Santarém aparece em segundo lugar, com 177 registros.

CONTINUE LENDO...

Para tentar reduzir esse número, a distribuidora de energia do estado desenvolve o projeto “Pipas”, que vai desembarcar, a partir do dia 14 de junho, em 10 municípios do Pará com o objetivo de conscientizar estudantes sobre os riscos dessa brincadeira popular perto da fiação elétrica.

No total, 40 escolas da rede pública de ensino receberão as ações do projeto “Pipas”, que deverá alcançar aproximadamente 3.200 estudantes. As atividades serão gratuitas, e todas de forma lúdica envolvendo muito conhecimento e conscientização, explica a coordenadora do projeto Liane Gaby.

A ação inicia nos dias 14 e 15 de junho, nos municípios de Belém e Castanhal. Seguindo pelo Nordeste paraense, nas cidades de Cametá e Baião, nos dias 20 e 21 de junho. Na sequência, o “Pipas” seguirá na região Sudeste, em Marabá e São João do Araguaia, nos dias 23 e 24 de junho. Já no Sudoeste do Pará, o projeto será desenvolvido nos dias 29 e 30 de junho nas cidades de Santarém e Altamira. As atividades encerram nos dias 04 e 05 de julho em Alenquer, e Cachoeira do Arari, no Marajó.

VER MAIS

VER MAIS