Reprodução
Reprodução

Ator da série Riverdale matou mãe e pensava em assassinar primeiro-ministro canadense

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Famoso pelo seu papel na série norte-americana ‘Riverdale’, o ator Ryan Grantham, de 24 anos, de acordo com relatos de promotores, matou sua mãe e estava planejando matar o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau. O canadense confessou os crimes e pode ser condenado à prisão perpétua.

No seriado ‘Riverdale’, o artista é responsável por dar vida ao adolescente que matou o pai do protagonista, Archie Andrews, em um acidente de carro. O pai do menino, então, tenta assumir a responsabilidade e as consequências do crime.

CONTINUE LENDO...

Crime na vida real

Em março de 2020, o ator atirou na cabeça de sua mãe, Barbara Waite, enquanto ela tocava piano de costas para ele. As autoridades responsáveis ​​pelo caso dizem que o jovem após cometer o homicídio, pegou todo o dinheiro da conta bancária da mãe, comprou maconha, fez coquetéis molotov e assistiu televisão com o corpo morto ainda na casa.

Antes de ir dormir, Grantham colocou um lençol sobre a mãe e no dia seguinte, colocou velas em volta dela. Logo depois, ele pegou o carro com três armas, munições e 12 coquetéis molotov com a intenção de matar Justin Trudeau, o primeiro-ministro canadense.

No meio do caminho, o artista mudou de ideia e foi até a delegacia. Lá, ele admitiu que matou sua mãe. Ele ainda não testemunhou no julgamento, mas os promotores disseram que o ator tinha tendências suicidas e violentas.

Com informações do UOL

VER MAIS

VER MAIS