Com aumento do diesel, caminhoneiros voltam a falar em greve

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Depois que a Petrobras anunciou o novo reajuste de 14,2% no preço do diesel, caminhoneiros cobram uma ação do governo e voltam a falar em greve.

Em nota, Wallace Landim, o Chorão, um dos líderes da greve dos caminhoneiros em 2018, apontou que a falha do governo foi não ter reestruturado a estatal e suas operações no início do mandato.

CONTINUE LENDO...

Antes do anúncio de novo aumento nos preços da gasolina e do diesel, Bolsonaro escreveu, na manhã desta sexta-feira, 17, que a Petrobras pode “mergulhar o Brasil num caos”. E citou a greve dos caminhoneiros em 2018, que provocou alta nos preços e desabastecimento.

A estatal reajustou o preço do litro da gasolina vendido às distribuidoras de R$ 3,86 para R$ 4,06. No caso do diesel, a alta foi de R$ 4,91 para R$ 5,61. O aumento passa a valer a partir deste sábado, 18.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS