Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

Ator de Riverdale se arrepende de matar a própria mãe: ‘Não merecia’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após ser preso, o ator Ryan Grantham, de 24 anos, disse que não teve motivação para matar a própria mãe, Barbara Waite. De acordo com o canal CBC News, ele foi condenado à prisão perpétua após confessar o assassinato, ocorrido em março de 2020.

“Minha mãe era uma pessoa carinhosa, compassiva e amorosa. Ela não fez nada para merecer o que eu fiz com ela”, admitiu Grantham à Suprema Corte do Canadá.

CONTINUE LENDO...

“Diante de algo tão horrível, pedir desculpas quase parece inútil. Mas de todo o meu ser, eu sinto muito”, completou Grantham.

Na época, um psicólogo foi contratado pela defesa e atestou que o estado mental de Grantham na época estava “longe do normal”, levando-o a comportamentos instáveis, caóticos e ambíguos. “A única maneira de justificar continuar vivendo é se eu viver o resto da minha vida de uma maneira da qual ela se orgulharia, para ser uma pessoa melhor, honesta e boa”, disse Grantham ao tribunal.

Ryan Grantham é conhecido principalmente pelo papel de Jeffery Augustine em Riverdale e de Todd em Supernatural. Ele ainda interpretou Rodney James no primeiro filme de Diário de Um Banana, lançado em 2010.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS