Cid Alves/ Divulgação
Cid Alves/ Divulgação

Com recorde de brincantes, Arrastão do Pavulagem sai pela segunda vez neste domingo

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após arrastarem mais de 45 mil pessoas no cortejo do último domingo, 12. O segundo Arrastão do Pavulagem será neste domingo, 19, com a sequência dos arrastões juninos tradicionalmente promovidos nessa época pelo Institutohá 35 anos. Horários e trajeto continuam os mesmos: concentração às 8h em frente ao Theatro da Paz, Roda Cantada às 9h e saída do cortejo às 10h com direção à Praça dos Estivadores. O show do Arraial do Pavulagem começa às 11h30 e a programação encerra às 14h.

Ronaldo Silva, presidente do Instituto Arraial do Pavulagem, comenta o primeiro cortejo depois de dois anos e aproveita para fazer pedidos ao público pensando no segundo Arrastão. “A nossa emoção foi muito grande esse domingo, pois não esperávamos essa quantidade de pessoas, apesar de estarmos vendo que o interesse das pessoas no cortejo aumenta a cada ano. O número de brincantes desse cortejo do dia 12 foi um marco que coroa lindamente essa conclusão dos nossos 35 anos de atividade” disse ele. A estimativa é que cerca de 45 mil pessoas tenham comparecido no retorno do Arraial do Pavulagem às ruas de Belém.

CONTINUE LENDO...

“A nossa maior preocupação quando tudo parou era com os brincantes, instrutores e seguidores do Arraial, o pessoal do entorno. Somos uma cadeia produtiva, muitas pessoas dependem da movimentação do Arraial para gerar renda nesse período de ações. Passar por esses sentimentos de extremo receio e poder presenciar agora essa retomada e a paixão do povo pelo que o Instituto Arraial do Pavulagem faz… é uma coisa muito intensa”, diz.

Ronaldo aproveita para lembrar que cada brincante pode fazer sua parte por um Arrastão melhor se cada um respeitar o espaço do outro. “Desejo do fundo do coração que a gente possa fazer cortejos cada vez mais tranquilos. Pedimos que cada brincante faça sua parte por isso, pois nós escrevemos essa história juntos. Vamos ter cuidado com as crianças, com as pessoas do Batalhão da Estrela, com o espaço de quem está fazendo uma performance no meio do cortejo. Isso é muito importante para a beleza do espetáculo”, comenta.

VER MAIS

VER MAIS