Polícia Civil do Amazonas (PC-AM)
Polícia Civil do Amazonas (PC-AM)

PF faz perícia na lancha de Bruno e Dom Phillips nesta quinta em busca por vestígios de sangue

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nesta quinta-feira, 23, a embarcação que estava sendo utilizada pelo indigenista Bruno Pereira e o jornalista Dom Phillips, deve passar por perícia em Atalaia do Norte, no interior do Amazonas, conforme a Polícia Civil.

Segundo o delegado titular da 50ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Atalaia do Norte, Alex Perez, a perícia vai acontecer sob a coordenação da Polícia Federal (PF).

CONTINUE LENDO...

Ainda de acordo com o delegado, equipes da Polícia Civil do Amazonas darão apoio durante a ação, porém os procedimentos serão de responsabilidade da PF.

A polícia localizou a lancha, no domingo, 19, a cerca de 20 metros de profundida, emborcada com seis sacos de areia para dificultar a flutuação, a uma distância de 30 metros da margem direita do rio.

Em busca por vestígios de sangue

Peritos da PF saíram do Distrito Federal para tentar detalhes sobre a dinâmica do caso em Atalaia do Norte.

O departamento técnico científico da corporação procura por vestígios de sangue na embarcação utilizada por Bruno e Dom. Para isso, eles devem aplicar um reagente chamado luminol.

Os peritos também pretendem utilizar um scanner 3D no barco do indigenista brasileiro e o jornalista inglês. O equipamento com laser infravermelho é capaz de medir pontos de densidade e criar representações digitais da realidade.

A ideia é encontrar outros vestígios, como pontos amassados, para identificar se a embarcação bateu ou se há marcas de disparos de armas de fogo. O resultado da perícia deve sair nos próximos dias.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS