Procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros (Reprodução)
Procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros (Reprodução)

Após prisão de agressor, procuradora se manifesta: ‘Me sinto muito mais segura’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A procuradora-geral Gabriela Samadello Monteiro de Barros se manifestou, nesta quinta-feira, 23, após a prisão de Demétrius Oliveira Macedo, que a agrediu brutalmente na prefeitura de Registro, no interior de São Paulo.

“Tive a notícia a pouco de que o Demétrius foi preso, vi o vídeo dele sendo conduzido para a prisão. Fiquei muito satisfeita com atuação do Estado, com a celeridade que foi dada. Me sinto muito mais segura agora”, afirmou a mulher de 39 anos.

CONTINUE LENDO...

A servidora disse ainda que acredita que com coragem é possível mudar uma situação de violência e que tem recebido muitas mensagens de apoio de outras mulheres.

“Isso tem me dado forças para expor essa situação, para poder encorajar cada vez mais pessoas fazerem o mesmo. E, assim, a gente consegue mudar esse pensamento machista e patriarcal que a gente vê na sociedade hoje”, disse.

Prisão

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, 34 anos, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira, 23, no no hospital psiquiátrico Santa Mônica, na capital de São Paulo, onde estaria internado.

Demétrius agrediu Gabriela Barros, que é sua chefa, na última segunda-feira, 20. Uma colega de trabalho filmou Macedo dando socos e cotoveladas na procuradora-geral dentro da prefeitura de Registro.

Com informações do Metrópoles

VER MAIS

VER MAIS