Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Quer ganhar na Mega-Sena? Confira algumas dicas

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Mega-Sena acumulou e deve pagar no sábado, 25, um prêmio de R$ 80 milhões. Algumas dicas podem ser uteis para, de repende, conseguir o ganhar a premiação.

A primeira que é os que números com final 9 e 0 não são comuns de saírem durante os sorteios. Então, é bom evitá-los. Também não escolha algarismos que terminem com essa sequência e evite números seguidos como 1, 2 e 3.

CONTINUE LENDO...

Ainda há números que quase não aparecem nos sorteios: 01, 02, 03, 11, 22, 44, 55, 48 e 57.

Procure distruibuir em quatro quadrantes, com números marcados em cada um deles e evite marcar números que estejam na mesma linha vertical.

Faça um bolão. Assim você aumenta as chances. Mas, se ganhar o prêmio, terá que dividir com outras pessoas.

Escolha cartão com mais de seis números do que vários cartões com seis dezenas. Basta você observar a regra: a cada número adicionado fora do concurso tradicional é cobrado um valor a mais. Com 7 números, a aposta sobe de R$ 4,50 para R$ 31,50, por exemplo, mas as chances aumentam.

Tente balancear a mesma quantidade de dezenas entre pares e ímpares. Na Mega-Sena cerca de 81% dos sorteios costumam apresentar o seguinte padrão: 3 números pares e 3 números ímpares ou 4 pares e 2 ímpares, ou vice-versa. Também procure repetir a sua aposta.

Como jogar

A Mega-Sena paga milhões para quem acertar os seis números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios ao acertar 4 ou 5 números dentre os 60 disponíveis no volante de a​postas. A pessoa pode marcar de 6 a 15 números do volante, podendo deixar que o sistema escolha os números para você (Surpresinha) ou concorrer com a mesma aposta por 2, 4 ou 8 concursos consecutivos (Teimosinha).

A aposta mínima, com 6 números, custa R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior a respectiva faixa de premiação.

Os prêmios prescrevem 90 dias após a data do sorteio. Após esse prazo, os valores são repassados ao tesouro nacional para aplicação no FIES – Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior.​​​​

Com informações do Jornal Contábil

VER MAIS

VER MAIS