Reprodução
Reprodução

Polícia Civil prende mulher suspeita de assumir lugar do ex-companheiro em facção criminosa

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na última quarta-feira, 22, uma mulher de 28 anos suspeita de chefiar uma organização criminosa no Ceará, identificada como Jéssica Andrade da Silva, foi presa em Salvador, capital da Bahia. As autoridades responsáveis pela prisão disseram que ela ostentava uma vida de luxo nas redes sociais.

Jéssica era companheira de Vicente Antônio de Freitas Filho, mais conhecido como Vicente Peru, um dos chefes de uma facção do Ceará. A suspeita da Policia Civil é que, após a prisão de Vicente numa unidade prisional federal de Goiás, em 2016, sua companheira, então influenciadora digital, tenha assumido a chefia do grupo.

CONTINUE LENDO...

As investigações indicam que, após a transferência de Vicente Peru para o Sistema Penitenciário Federal, em 2017, Jéssica passou a exercer funções do chefe no grupo, visto que possuía um grande conhecimento dos negócios ilícitos do ex-companheiro.

Ela seria suspeita ainda de participar, em determinadas ocasiões, diretamente das ordens de Vicente, ou colaborava de alguma forma para que estas fossem cumpridas.


O mandado de prisão preventiva contra Jéssica foi expedido pela Vara de Delitos de Organização Criminosa de Fortaleza. Ela foi presa em Salvador e não reagiu no momento da abordagem policial. A Polícia cearense procura outros integrantes da organização e negocia o retorno de Jéssica ao Ceará.

Com informações do Pleno News

VER MAIS

VER MAIS