Reprodução/ Instagram @claudia_rodrigues_oficial
Reprodução/ Instagram @claudia_rodrigues_oficial

Diagnosticada com esclerose, Claudia Rodrigues defende uso medicinal da maconha

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em entrevista para o Notícias da TV, a atriz e humorista Claudia Rodrigues, defendeu o uso da maconha medicinal para o tratamento de esclerose múltipla. Esse debate sobre os possíveis meios de tratamento, surgiu após a recente revelação da atriz Guta Stresser, que foi diagnosticada com a doença e recebeu o apoio de Rodrigues, que luta com a doença há mais de 20 anos.

Claudia e sua namorada Adriane Bonato falaram sobre os benefícios do canabidiol, molécula que compõe a planta cannabis. Ele é responsável por atuar no sistema nervoso central e apresenta efeitos terapêuticos para o tratamento de doenças psiquiátricas ou neurodegenerativas.

CONTINUE LENDO...

“Quando tem entrevista ou alguma gravação de vídeo, ela toma o remédio, porque acelera o processo. O olho dela fica retinho, ela anda melhor, o raciocínio dela fica rápido”, detalhou Adriane. “Desde que eu comecei a usar, sou outra pessoa”, reforçou Claudia.

Além do mais, a namorada da atriz ainda alegou que a burocracia em torno da venda da substância no país está relacionada à ameaça que o medicamento representa para a indústria farmacêutica.

 “Esse preconceito é instituído através das indústrias farmacêuticas que não têm interesse de que o produto chegue ao consumidor. É um produto natural e que não tem efeitos colaterais. Não é interessante para a indústria que o canabidiol seja legalizado e venha para o mercado com força total”.

Com informações do Popline

VER MAIS

VER MAIS