Reprodução/ YouTube/Zack Dean
Reprodução/ YouTube/Zack Dean

Após “casar” com Torre Eiffel, americana se “apaixona” por cerca de madeira

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após ficar famosa por aparecer em um documentário no qual falava sobre sua atração por objetos inanimados e do “casamento” com a Torre Eiffel de Paris, na França, a americana Erika LaBrie, de 50 anos, disse que está atraída por cercas. Ela voltou a chamar a atenção na internet após circular nas redes sociais um clipe em que aparece montando uma cerca vermelha de madeira. Nas imagens, ela pode ser vista acariciando as estacas da cerca.

Assista:

CONTINUE LENDO...

“Eu não esperava encontrar uma cerca como esta aqui. Quero dizer, tem as formas que eu mais gosto. E esses ângulos? Fabulosos. As cercas são objetos tão perigosos porque são tão perfeitas geometricamente. Há muitas coisas físicas acontecendo agora. Definitivamente, estou fisicamente atraída por essa cerca e gostaria de conhecê-la melhor”, comenta a americana na gravação.

A americana se identifica como detentora de “objectum sexual” ou objectofilia, o que significa que pode se tornar romanticamente e sexualmente atraída por objetos inanimados. Ela falou sobre o assunto em 2016 durante entrevista para o jornal New Zealand Herald, da Nova Zelândia.

“Acho que meu tipo é um objeto incompreendido pelo mundo. A Torre Eiffel está cercada por milhões de turistas que estão apaixonados um pelo outro, não por ela”, comentou na época. Infelizmente, o relacionamento de Erika com o marco histórico de Paris chegou ao fim após 10 anos, revela o LAD Bible, mas a americana garante que “sempre haverá um lugar em seu coração” para a torre.

Com informações do Trendsbr

VER MAIS

VER MAIS