Reprodução /Redes Sociais
Reprodução /Redes Sociais

Após assistir ‘Grey’s Anatomy’, jovem descobre que tem síndrome raríssima

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Uma jovem israelense de 22 anos descobriu que tinha uma doença raríssima após assistir à série ‘Grey’s Anatomy’ e ligar alguns pontos. Emilie Levy sofria de dores inexplicáveis nos pulsos e tornozelos desde os 12 anos. Mais tarde, na adolescência, passou a sofrer com deslocamentos do ombro, quadril e mandíbula, enquanto os médicos ficavam sem respostas. Foi quando ela chegou à 13ª temporada da série médica criada por Shonda Rhimes e assistiu o episódio que contava a história de uma paciente do sexo feminino que reclamava de ressaca depois de apenas uma bebida. Ainda no episódio, a personagem passa por um exame e desloca facilmente todo o braço. Emilie conta que na hora se identificou.

“Depois que os vi deslocando o ombro, pensei na hora que isso me lembrava exatamente de mim mesma”, afirmou a jovem em entrevista para um site americano.

CONTINUE LENDO...

A personagem de ‘Grey’s Anatomy’ acabou sendo diagnosticada com Ehlers-Danlos, um distúrbio também conhecido como síndrome do homem elástico e bem rara. O problema afeta o tecido conjuntivo, principalmente a pele e as articulações, que ficam excessivamente flexíveis e frágeis.

Em 2020, a jovem sofreu um acidente de carro e deslocou as costelas. “Foi como um dominó, desde o momento em que a primeira costela se deslocou, a deterioração foi tão rápida, que a cada dia piorava”, detalha.

As dores intensas melhoraram depois que ela achou um especialista na internet, o cirurgião Yeshaiau Benedict e foi em busca do tratamento com ele na Flórida. Ao ver que esse tipo de tratamento era escasso em Israel, o cirurgião a convidou para ser parceira dele em novo negócio no país dela e, juntos, abriram uma clínica especializada lá.

“Sou grata pelo privilégio que me foi concedido e por ajudar as pessoas a retornarem às suas vidas e curarem suas dores”, afirmou.

Com informações do Hugo Gloss

VER MAIS

VER MAIS