Reprodução/@eduardocosta/Instagram +Reprodução/@fernandalima/Instagram)
Reprodução/@eduardocosta/Instagram +Reprodução/@fernandalima/Instagram)

Defesa de Eduardo Costa tenta acordo de R$ 10 mil em processo de difamação e Fernanda Lima rejeita proposta

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Após ser processado por difamação e ter sido condenado a pagar mais de R$30 mil, a defesa do cantor Eduardo Costa propôs um acordo para a apresentadora Fernanda Lima, encerrar o processo, mas rejeitou. Os advogados teriam ofertado a comunicadora, a quantia de R$ 10 mil, que foi rejeitado. A informação é do jornal O Globo.

Além de pagar multa equivalente a 26 salários mínimos, R$ 31.512, Eduardo Costa também recebeu como pena prestação de serviços comunitários por oito meses. O caso foi parar na Justiça depois que o cantor chamou a apresentadora de “imbecil” e disse que ela usava de “mamata” para apresentar o programa Amor e Sexo, exibido pela Globo. À época, em 2018, ele ainda disse que a atração era para “maconheiro e bandido”.

CONTINUE LENDO...

Na época, estes comentários de Eduardo Costa foram feitos nas redes sociais após a apresentadora ter discursado a respeito sobre a luta das mulheres e citou o papel delas na sociedade, condenando comportamentos machistas. Diante do posicionamento do cantor, ela então decidiu processá-lo. Sobre a tentativa de acordo, a defesa de Fernanda considerou que a proposta “não pode ser levada a sério”.

Com informações do BHAZ

VER MAIS

VER MAIS