Mecânico é encontrado morto a facadas dentro de banheiro no Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O mecânico Edvaldo do Socorro Marques dos Santos, 53 anos, mais conhecido como “Edvaldo Mecânico”, foi encontrado morto a facadas na manhã deste sábado, 2, em Bragança, no nordeste do Pará. O corpo dele foi encontrado dentro do banheiro da casa onde morava e que também funcionava sua oficina mecânica, na Rua Duque de Caxias, no bairro do Morro.

As circunstâncias do crime ainda são desconhecidas, mas a Polícia Civil não descarta a possibilidade de o mecânico ter sido vítima de latrocínio, que é roubo seguido de morte, já que alguns objetos foram levados da casa por quem o matou.

CONTINUE LENDO...

De acordo com a PC, vizinhos relataram ter visto “Edvaldo Mecânico” chegando na noite de sexta-feira, 1, em sua casa acompanhado de uma mulher, que ainda não foi identificada.

Segundo a vizinhança, aparentemente estava tudo bem entre eles, que entraram na casa. Na manhã de hoje, funcionários dele chegaram para trabalhar e estranharam o fato de a oficina ainda está fechada, já que ele teria o habito de acordar cedo.

Intrigados com a situação, um deles entrou na residência e encontrou o patrão morto a facadas no banheiro. Ao lado do corpo estava uma faca, que provavelmente foi a arma usada no crime.

Os funcionários chamaram a Polícia Militar que, assim que chegou e fez o isolamento do local, acionou a Polícia Civil.  

Segundo a PC, foi observado na casa que alguns pertences da vítima foram levados, como o celular e a carteira com dinheiro, por isso a hipótese de latrocínio não está descartada. A Polícia Científica foi acionada e, após o trabalho pericial, o corpo do mecânico foi levado para passar por necropsia no IML de Castanhal, nordeste paraense.

A Polícia Civil solicitará imagens das câmeras de segurança de residências da rua para tentar identificar a mulher que estava com a vítima ou outras pessoas que possam estar envolvidas no crime.

Com informações do portal Native News

VER MAIS

VER MAIS