Foto: Ivan Storti/Santos
Foto: Ivan Storti/Santos

Após condenação de estupro, Robinho anuncia aposentadoria: ‘Não jogo mais’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Encerrou de forma melancólica a carreira de um dos principais jogadores brasileiros do século XXI. Em contato com o portal “UOL”, Robinho, de 36 anos, confirmou a sua aposentadoria do futebol. Seu último clube foi o Basaksenhir, do futebol turco, e a sua última partida aconteceu em julho de 2020.

Condenado por estupro de uma jovem, na Itália, durante o período em que defendia o Milan, em 2013, Robinho não pode deixar o Brasil. No futebol nacional, o atacante não recebeu apoio nem dos torcedores do Santos, clube no qual o atacante, fez história. As críticas dos santistas fizeram o Peixe voltar atrás no desejo de contratá-lo no ano passado.

CONTINUE LENDO...

Robinho foi condenado a nova anos de prisão, porém, como o Brasil não obriga a saída de pessoas do país condenadas em outros territórios, o atacante jamais cumpriu a sua pena. Apesar da condenação definitiva, o jogador, de 36 anos, jamais reconheceu que tenha culpa no caso.

Revelado pelo Santos, Robinho defendeu clubes importantes do futebol europeu como Real Madrid, Manchester City e Milan. Além do Peixe, o atacante também teve passagem pelo Atlético-MG no Brasil. Ele também jogou no futebol chinês, antes de fechar sua carreira atuando na Turquia. Robinho esteve presente em duas Copas do Mundo pela seleção brasileira, em 2006 e 2010.

VER MAIS

VER MAIS