Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Executivo do Paysandu critica esquema de segurança no Baenão durante o clássico Re-Pa

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Como de costume, um clássico Re-Pa nunca se resume somente ao que acontece dentro das quatro linhas. E no duelo entre Remo e Paysandu do último domingo, 3, não foi diferente.

Horas depois do jogo, o executivo de futebol do Paysandu, Fred Gomes, publicou uma nota de repúdio nas redes sociais contra a falta de organização da diretoria do Remo e a insegurança que o elenco e o staff bicolor foram submetidos. “Todo sabem que dentro das quatro linhas existe uma disputa por território e cada um defende sua camisa. Porém, fora de campo, a profissionalização não existiu mais uma vez por parte do adversário. O Paysandu foi recebido de forma desrespeitosa, onde nos colocaram em um espaço em meio os torcedores rivais, no qual sofremos agressões verbais. Não estou culpando a instituição, ela é regem de pessoas que se intitulam dirigentes”, disse Fred Gomes.

CONTINUE LENDO...

Fred ainda reclama de alguns profissionais do Remo, que não garantiram a segurança do staff do Paysandu durante o intervalo. “O ápice do desrespeito e da falta de preparo dos profissionais foi no intervalo, onde necessitamos de escolta e aí vale ressaltar a qualificação da PM e da segurança do Paysandu, que souberam administrar toda a situação da ida e vinda dos profissionais”.

VER MAIS

VER MAIS