Polícia alerta população sobre bloqueadores de alarmes usados por bandidos em carros no Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Polícia Civil do Estado do Pará, por intermédio da 20ª Seccional de Parauapebas, alerta a população da região para se atentar quanto do acionamento do alarme de seus veículos, pois os criminosos têm utilizado bloqueadores dos sinais do dispositivo de segurança.

Os furtadores acionam os bloqueadores concomitantemente aos proprietários dos automóveis acionarem os alarmes. Dessa forma os veículos não têm as portas travadas, apesar de a pessoa ter apertado os botões de fechamento das portas, visto que os bloqueadores interrompem os sinais enviados do controle de acionamento das travas veiculares.

CONTINUE LENDO...

Logo após as vítimas se afastarem dos veículos, os criminosos abrem as portas sem maiores dificuldades, pois permaneceram destravadas, furtando os objetos de valor que estão no interior dos automóveis e em algumas oportunidades o próprio veículo.

Na madrugada do último sábado, um furtador fora preso em flagrante pela Polícia Civil após cometer furto a objeto que estava no interior de veículo que estava estacionado nas proximidades da Praça Mahatma Gandhi, no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas. Dentro da mochila do furtador havia um bloqueador de alarme de veículo.

“Foto do bloqueador de alarmes”

Fica o alerta para todos os proprietários de automóveis a fim de conferirem as maçanetas dos automóveis após o acionamento dos alarmes para verificarem se realmente as portas foram travadas.

Têm sido recorrentes os furtos com a utilização de bloqueadores, principalmente em locais com grande rotatividade de estacionamento de veículos, como próximos a comércios, clínicas, restaurantes, bares e boates.

O Delegado responsável pelas investigações esclarece que os criminosos desta modalidade de delito serão responsabilizados criminalmente pelo crime de furto qualificado, com pena de prisão de até 8 (oito) anos de reclusão.

Alerta também as vítimas para terem atenção quanto a evitar de deixar objetos de valor à vista no interior de seus veículos.

Com informações: Pebinha de açúcar

VER MAIS

VER MAIS