Divulgação.
Divulgação.

Veja dicas para tornar o uso do Pix mais seguro

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Que o Pix facilita a vida de empresas, prestadores de serviços e consumidores já sabemos. Entre março de 2021 até maio de 2022, a Zoop, fintech líder em tecnologia para serviços financeiros para empresas, processou mais de R $12 bilhões com a solução Pix adquirência, em mais de 104 milhões de transações nesta modalidade.

Os números mostram o que já sabemos: o Pix já faz parte da vida do brasileiro. No entanto, até pela sua popularidade, o serviço pode ser alvo de golpes e, por esse motivo, é importante ter cuidados com as transações e com o ajuste de limites. A Zoop listou as principais medidas para aumentar sua segurança na hora de contar com a facilidade das operações via Pix.

CONTINUE LENDO...

Estabeleça limites para o Pix

Desde novembro de 2021, por medida do Banco Central, todo usuário pode configurar a quantia máxima que pode gastar via Pix, independente de qual instituição seja cliente. Com o objetivo de aumentar a segurança deste meio de pagamento digital, a medida inclusive já estabelece por padrão o limite de transação de mil reais para o Pix no horário noturno, entre 20h e 6h, que pode ser alterado pelo cliente, de maneira simples no aplicativo do banco, internet banking, caixa eletrônico ou diretamente na agência que o cliente possui conta.

“Configurar qual a quantia limite que você pode usar no PIX por período é fundamental. Esse recurso traz mais segurança ao usuário e ainda ajuda no controle nos gastos”, explica Rafael Panelli, Head de Produtos da Zoop.

Uma das maneiras mais simples de ajustar o limite do Pix é via app. Basta fazer o login no aplicativo do banco, clicar na opção “Pix”, tocar em “Meus Limites”, então o app vai mostrar o limite atual. Para modificar os valores, clique na opção correspondente (geralmente “Gerenciar meus limites”, “Personalizar Limites Pix” ou “Alterar meus limites”, dependendo de qual é a instituição bancária). Agora, é só definir um novo valor e confirmar a operação. É possível modificar o limite em todos os períodos. Para maior segurança, especialistas da Zoop recomendam ajustar os limites do dia de acordo com seus gastos e deixar o limite noturno menor.

Outros cuidados com o Pix

O ambiente do Pix é seguro e todas as transações são criptografadas, o que significa que você não precisa se preocupar com a proteção dos seus dados nas transferências, ou seja, não há perigo de crimes cibernéticos. Mas devemos tomar muito cuidado ao informar as chaves de maneira pública e para quem estamos informando. Sobre as chaves, inclusive, o ideal é optar por chaves aleatórias, para evitar que o CPF caia nas mãos de golpistas.

Além disso, nunca realize transações fora dos canais oficiais do seu banco e sempre preste muita atenção em links. Golpistas criam páginas similares com diferenças mínimas, como erros ortográficos no endereço, por exemplo.

Finalmente, nunca clique em links ou baixe arquivos recebidos por e-mail, sempre consulte o canal oficial da instituição para saber se o conteúdo é ou não confiável. Além disso, evite realizar transações quando estiver conectado em redes Wi-Fi públicas, pois os locais de acesso coletivo podem conter vírus e malwares que roubam dados.

VER MAIS

VER MAIS