Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu
Foto: Jorge Luís Totti/Paysandu

Márcio Fernandes valoriza vitória bicolor contra o Confiança

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na noite de ontem, 9, o Paysandu Sport Club deixou para trás uma sequência de três jogos sem vitória na Série C de 2022. O Papão aproveitou a Curuzu lotada e, mesmo com algumas dificuldades, venceu o Confiança por 1 a 0.

A vitória deixou o Papão com o mesmo número de pontos que o líder Mirassol: 26. Vitória que, apesar dos pesares, tem que ser valorizada, segundo o treinador Márcio Fernandes. “A equipe do Confiança fez um jogo inteligente, correu bastante, dificultou ao máximo a nossa vitória, por isso a gente tem que valorizar. Esses momentos contra equipes que estão embaixo serão difíceis, eles vêm jogando a vida e a gente precisava vencer. Faziam três jogos que a gente não vencia e agora fazem três que não perdemos. Então é da maneira que se quer ver. A gente tem que valorizar esses três pontos. Hoje estamos com 26, o mesmo número de pontos do líder, mesmo sabendo que tem jogos a menos”, disse.

CONTINUE LENDO...

O Papão ainda contou com uma defesa quase que milagrosa do goleiro Thiago Coelho, garantindo a vantagem bicolor no placar. Márcio Fernandes elogiou a atuação do arqueiro e não poupou adjetivos. “Fantástica! Um goleiro bom é aquele que pega a bola que mais a gente precisa. Ele fez isso. No jogo todo ele teve pouca participação, mas no momento exato interviu pra que a gente pudesse sair com a vitória. Isso é que nos dá força, confiança para a próxima partida. Mesmo sabendo que não ganhamos nada, mas que temos um grupo forte”.

Na próxima rodada o Paysandu encara o Vitória, fora de casa, e Márcio terá um número alto de desfalques. Os zagueiros Lucas Costa e Marcão estão lesionados, enquanto Mikael, José Aldo e Genílson estão suspensos. “Nós não pensamos nisso ainda. Claro que a gente já sabe que não vai poder contar com esses jogadores, isso vai dificultar ainda mais. O nosso plantel não é muito numeroso, as opções são diminutas. Temos que fazer, dentro desse plantel que a gente tem, a melhor forma possível para encaixar uma equipe e jogar contra o Vitória. Hoje nós recebemos alguns cartões com excesso, acho que tinha condições de levar um pouquinho mais, tirando o do Mikael, ele forçou um cartão com oito minutos, reclamou muito com o árbitro, mas tem outros que a equipe do Confiança bateu da mesma forma e não levou cartão. Isso me deixou chateado na partida”, finalizou Fernandes.

VER MAIS

VER MAIS