Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Anestesista que estuprou grávida durante cesaria ganha novos seguidores nas redes sociais

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Preso após ser flagrado estuprando uma paciente grávida durante a cesariana do bebê, o médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, ganhou novos seguidores em seu perfil no Instagram. A rede social do criminoso que antes era de apenas 500 seguidores, já alcançou a marca de 24 mil na noite de hoje, 11.

Giovanni foi preso na madrugada desta segunda-feira, 11, após um flagrante feito pela equipe de enfermagem que decidiu gravar o momento em que a mãe, completamente dopada pela anestesia, era violentada pelo profissional dentro da sala de parto do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, município na Baixada Fluminense.

CONTINUE LENDO...

Outros estupros

Após o registro do flagrante, a polícia investiga se o médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso por estuprar uma grávida em meio ao procedimento de cesariana, também teria estuprado outras duas mães que realizaram o parto de seus bebês no dia em que o vídeo do flagrante foi gravado pela equipe de enfermagem que já suspeitava que o profissional praticava os crimes.

Preso

Funcionárias do Hospital Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, filmaram o momento em que o anestesista Giovanni Quintella Bezerra, de 31 anos, estupra uma mulher que estava passando por um parto com uma cesariana.

Enfermeiras e técnicas de enfermagem da unidade pública de saúde teriam desconfiado do comportamento e da quantidade de sedativo que o médico deu para grávidas em duas outras cirurgias, realizadas no domingo, 10. Na terceira operação, ele foi flagrado.

VER MAIS

VER MAIS