Divulgação/NASA
Divulgação/NASA

Novos registros do Universo são divulgados pelo James Webb, maior telescópio espacial já lançado

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nesta terça-feira, 12, um dia após a divulgação do primeiro registro colorido, o telescópio espacial internacional James Webb revela uma série de imagens e dados científicos das suas observações iniciais.

Nessa primeira fase de sua missão, o supertelescópio que faz parte de um programa que é liderado pela NASA, em parceria com a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) e a Agência Espacial Canadense (CSA), apontou seus instrumentos para regiões do espaço que foram escolhidas por um comitê internacional de cientistas.

CONTINUE LENDO...

As imagens e os dados divulgados marcam o início oficial das operações científicas do telescópio espacial de US$ 10 bilhões que promete “transformar nossa compreensão do universo”, segundo a Nasa, e mostram duas nebulosas (gigantes nuvens de poeira e gás que pairam no espaço), um exoplaneta gasoso, e um grupo de galáxias a cerca de 290 milhões de anos-luz de distância.

Nebulosa de Carina, em nova foto do James Webb. — Foto: NASA
‘Quinteto de Stephan’, em nova imagem divulgada pelo telescópio espacial James Webb. — Foto: NASA/Divulgação
Composição da atmosfera do exoplaneta WASP-96-B revela que um ‘sinal inconfundível de água’, juntamente com evidências de nuvens e neblina. — Foto: NASA/Divulgação

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS