Divulgação/AirBus
Divulgação/AirBus

Avião bate recorde de voo não tripulado e fica 26 dias no ar

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Dados de rastreamento de voo indicam que a Airbus bateu o recorde de voo mais longo de uma aeronave não tripulada. O Airbus Zephyr S movido a energia solar passou 26 dias seguidos no ar, batendo o recorde anterior, de 2018.

A nave não-tripulada voa em grandes altitudes para evitar o tráfego aéreo comercial e o clima adverso. A aeronave possui baterias que a mantém no ar durante a noite, o que significa que ela não precisa parar para abastecer com combustível.

CONTINUE LENDO...

Os dados de voo mostram que a aeronave voou de um campo de teste no Arizona para Belize, na América Central, e depois voltou.

A Airbus disse que não poderia comentar nada sobre o voo. Um porta-voz de um departamento do Exército dos EUA afirmou que os mais recentes voos têm como objetivo “testar a capacidade de armazenamento de energia do UAV, a longevidade da bateria, a eficiência do painel de energia solar e as capacidades de manutenção de rota”.

Tim Robinson, editor-chefe da revista Aerospace, relatou que essa distância é um marco importante na capacidade da aeronave de viajar a grandes distâncias de seus operadores.

“Eles ultrapassaram a distância de 2018, que era o recorde anterior”, disse ele. “Acho que é uma demonstração importante de como você poderia usar isso na realidade.”

Ele disse que isso abre as portas para usos práticos da aeronave, como aplicações militares ou até mesmo para socorro em desastres.

VER MAIS

VER MAIS