Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Homem é morto por PM após agredir ex-mulher e amigo dela por ciúmes

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No último domingo, 17, um homem foi morto depois de agredir a ex-mulher e um amigo dela em um bar durante um crise de ciúmes. Um policial militar que estava de folga atirou no agressor, Jarbas Oliveira, de 25 anos, ao apartar a briga. O caso aconteceu na cidade de Senador Camará, na Zona Oeste do Rio.

Luiza Quellen, de 26 anos, e Jarbas se separaram no mês passado após um relacionamento de cinco anos e de acordo com testemunhas, Jarbas não aceitava o fim do relacionamento. Luiza foi acompanhada a uma festa num bar e acabou vista por um amigo de Jarbas. Sem saber do término, esse amigo mandou uma mensagem para Jarbas perguntando se eles tinham se separado.

CONTINUE LENDO...

O amigo relembra que “Eu cheguei nessa festa, num bar, e avistei ela com o seu companheiro. Fui fazer uma pergunta para o Jarbas, no telefone, no WhatsApp, no particular”, narrou “Ele chegou no local muito alterado, nervoso. Quando ele viu a Luiza, ele ficou cego, foi para cima dela”, lembrou. O amigo relata que tentou impedir a confusão. “Ele até me agrediu, me mordeu. Nessa que eu soltei, ele foi direto e deu uma carreira no cara”, emendou. Luiza também acabou agredida pelo ex-companheiro.

O PM contou à polícia que reagiu a uma tentativa de agressão, mas o amigo de Jarbas disse que o militar “não deu voz, não deu tiro pro alto, não apaziguou nada”. “Veio direto, sem mais e sem menos, e atirou no Jarbas”, afirmou.

O próprio PM acionou o Corpo de Bombeiros e a polícia. Ele foi levado para a Delegacia de Homicídios, que investiga o caso.

Luiza e outras testemunhas prestaram depoimento ao longo da madrugada. A ex-esposa não quis gravar entrevista, mas contou que o casamento não tinha histórico de violência e que nunca tinha sido agredida antes. O casal tem um filho de 4 anos.

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS