Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Vídeo: pacientes que tratavam câncer morrem em acidente grave na BR-317

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nesta quarta-feira, 27, um acidente grave envolvendo uma van e um caminhão na BR-317, próximo à região do Araxá, deixou cinco mortos e vários feridos. Segundo informações preliminares, a van transportava pacientes para consulta no Hospital de Amor na capital.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, quatro feridos foram encaminhados para o Pronto Socorro de Rio Branco. Conforme o Samu, seis vítimas foram removidas do local por terceiros e não há informação sobre qual unidade de saúde elas teriam sido levadas.

CONTINUE LENDO...

Vítimas encaminhadas ao PS:

– Lenilda Silva, 20 anos;

– Jean Lopes Oliveira Júnior, 31 anos (motorista da van);

– Mayane do Nascimento Mendonça, 19 anos.

A polícia não divulgou o nome dos mortos.

“Os pacientes já estão aqui, todos foram atendidos e estão sendo encaminhados para fazer exames e estão sendo avaliados por cirurgiões. São quatro vítimas do acidente que estão aqui no Pronto Socorro”, disse Dora Vitorino, diretora do PS.

Segundo o comando dos bombeiros na cidade, a van fazia o transporte de pacientes de Xapuri para Rio Branco quando bateu em um caminhão. O motorista do caminhão sofreu apenas escoriações. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC), pelo menos 16 passageiros estavam no veículo.

O impacto da batida foi tão forte que a perdeu toda a lateral e a porta do veículo ficou presa no caminhão (veja o vídeo).

“Fomos acionados. A nossa equipe está no local e, a princípio, a informação que temos é que foi uma colisão entre uma van e um caminhão. Até o momento já foram identificados cinco óbitos, segundo a informação da equipe que está no local, alguns na van, outros no meio da estrada”, informou a comandante dos bombeiros de Xapuri, tenente Laiza Mendonça.

Segundo o Samu, os mortos são todos do sexo feminino e entre os feridos estão três mulheres e um homem.

Equipes do Instituto Médico Legal (IML) foram deslocadas para iniciar a perícia.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) lamentou o ocorrido e disse estar oferecendo todo apoio às vítimas.

“A Sesacre se solidariza com os familiares e a sociedade, colocando-se à disposição para mais esclarecimentos, salientando que todo o apoio está sendo prestado, com cinco viaturas do Samu e o apoio aéreo necessário.”

Com informações do G1

VER MAIS

VER MAIS