Pistoleiros ameaçam famílias, queimam casas e matam cachorro no interior do Marajó

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Pistoleiros fortemente armados atacaram pelo menos três famílias, e atearam fogo em suas residências na noite da última quarta-feira, 27, em uma comunidade conhecida como Vila Joviniano Pantoja, na zona rural do município de Santa Cruz do Arari, na região do Marajó.

Segundo relatos das vítimas, no ataque os criminosos ainda teriam matado um cachorro a tiros, e também atiraram contra uma pessoa que teria pulado no rio para escapar. Ainda de acordo como os relatos, mulheres e crianças fugiram desesperadas pedindo socorro. O ataque teria sido motivado pelas casas terem sido construídas em uma área próxima a uma propriedade particular.

CONTINUE LENDO...

Os autores do ataque seriam supostamente seguranças de uma fazenda, identificada como Fazenda Santo Elias, e que de acordo com as vitimas “Apenas falaram que foi por terem feito casas nas propriedades do patrão”.

Moradores que tiveram suas residências totalmente destruídas, alegam que as casas não estavam na propriedade e que apenas ficavam a beira do rio. Eles dizem ainda que são apenas criadores de gados. Um boletim de ocorrência teria sido registrado por uma das vítimas na delegacia do município.

VER MAIS

VER MAIS