Divulgação/ Polícia Federal
Divulgação/ Polícia Federal

Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão contra pedofilia em Ananindeua

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na manhã desta sexta-feira, 29, a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de dois investigados por crimes relacionados à produção e armazenamento de imagens e vídeos contendo cenas de abuso e exploração sexual infantil. A ação é da operação “Andino”, deflagrada na cidade de Ananindeua, no Estado do Pará. Não houve prisão.

Se confirmada a hipótese criminal, os investigados poderão responder, dentre outros, pelos crimes de produção e aquisição e armazenamento de conteúdo pornográfico infantil. Esses crimes possuem penas que podem chegar a 12 anos de prisão.

CONTINUE LENDO...

A investigação contou com avançadas ferramentas tecnológicas, com vários meios de obtenção de provas, para rastrear a atuação dos suspeitos na rede e a sua identificação. Os equipamentos apreendidos serão encaminhados para exames periciais visando à coleta de provas digitais, armazenadas nos equipamentos eletrônicos. As investigações seguem em andamento. A Polícia Federal tem como prioridade o combate aos crimes relacionados ao abuso e à exploração sexual infantil, visando identificar vítimas vulneráveis e prender abusadores fazendo cessar o cometimento de tais ações.

Só em 2022, a Polícia federal no Estado do Pará, com o apoio técnico do Serviço de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil (SERCOPI), cumpriu 19 mandados de busca e apreensão e prendeu seis pessoas por crimes relacionados ao abuso sexual infantil.

A polícia ressalta a importância da participação da sociedade ao denunciar qualquer forma de violência contra crianças e adolescentes. As denúncias podem ser feitas pelo número 3214-8014.

Com informações: PF

VER MAIS

VER MAIS