REPRODUÇÃO/HBO MAX
REPRODUÇÃO/HBO MAX

Paula Thomaz teria confessado prazer em matar Daniella Perez: ‘Mil vezes’

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No quarto episódio da série Pacto Brutal, da HBO Max, Paula Thomaz, esposa de Guilherme de Pádua, revelou no quarto episódio, que, no período em que esteve presa, teria confessado prazer em ter matado a jovem atriz, Daniella Perez.

“Eu esperava tudo, menos ouvir da boca da assassina que odiava a Daniella, que ela era mimada. Isso tudo era dito pela Paula. Ela estava conversando com outras presas sobre o crime”, contou Ivana Crespaumer, que visitava uma pessoa na mesma cadeia em que estava Paula.

CONTINUE LENDO...

De acordo com Ivana, a ex-mulher do ex-ator teria dito que a arma do crime era um punhal, e que ela mesma havia dado o primeiro golpe. “Ela [Paula] falou que deu a primeira, que foi dentro do carro e ajudou a puxar ela para jogar no mato. Ela queria simular que foi um fã fanático que matou”, relatou a testemunha, que já havia dado o mesmo depoimento em 1996.

Em seguida, Ivana disse que, ouviu que Daniella não estava lúcida quando foi morta. “Ela [Paula] dizia: Estava desacordada, aquela piranha, filha da p**. Eu queria que ela acordasse. Fiz de tudo pra ela acordar, mas na porrada. O Guilherme deu nela para ela entrar no carro. Ela desmaiou e não acordou de jeito nenhum”, contou.

A raiva dela teria começado quando o então marido afirmou que teria tido com caso com a jovem atriz, o que mais tarde foi desmentido por ele mesmo. “Ela disse que, se pudesse, mataria mil vezes [Daniella]”, relembrou Ivana.

Com informações do Notícias da tv

VER MAIS

VER MAIS