OMS/Centro de Controle de Doenças da Nigéria
OMS/Centro de Controle de Doenças da Nigéria

Portugal confirma cinco casos de varíola dos macacos; 20 estão sob investigação

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na última quarta-feira, 18, autoridades portuguesas declararam que identificaram cinco casos da rara infecção por varíola dos macacos. Além de Portugal, os serviços de saúde da Espanha testam 23 casos em potencial depois que o Reino Unido colocou a Europa em alerta para o vírus.

Os cinco doentes portugueses, de 20 casos suspeitos no país, estão estáveis. Todos são homens e todos vivem na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo as autoridades sanitárias de Portugal. No geral, autoridades de saúde europeias monitoram qualquer surto da doença desde que o Reino Unido relatou seu primeiro caso da doença npo dia 7 de maio e identificou mais seis no país, desde então.

CONTINUE LENDO...

A Espanha emitiu um alerta no início da manhã de terça-feira, 17, dizendo que tinha oito casos suspeitos em teste. O número subiu para 23 casos, mas todos permanecem não confirmados até o momento.

A doença

Varíola dos macacos é uma infecção viral rara semelhante à varíola humana, embora mais leve, registrada pela primeira vez na República Democrática do Congo na década de 1970. O número de casos na África Ocidental aumentou na última década. Seus sintomas incluem febre, dores de cabeça e erupções cutâneas que começam no rosto e se espalham para o resto do corpo.

Embora não seja particularmente infecciosa entre as pessoas, a maioria das pessoas infectadas se recupera em algumas semanas, embora casos graves tenham sido relatados.

Com informações da Agência Brasil

VER MAIS

VER MAIS