Reprodução/Freepik
Reprodução/Freepik

Conheça oito frutas que seu cachorro pode comer e seus benefícios para a saúde

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Embora muitos cães mostrem interesse por alimentos geralmente associados ao consumo humano (como o chocolate), muitos turores acabam com diversas dúvidas sobre o que, de fato é possível dar ao animal. Essas dúvidas aumentam ainda mais no caso das frutas. Afinal, quais frutas os cachorros podem consumir? Veja a seguir oito opções que você pode dividir com o seu cachorro com segurança e que podem trazer benefícios para o seu amigo de quatro patas.

Caju – ajuda na metabolização de proteínas, possui antioxidantes e colabora para o funcionamento adequado do sistema nervoso de humanos e animais.

CONTINUE LENDO...

Melancia – rica em vitaminas C e A, sua principal vantagem é a capacidade de ajudar a hidratar seu pet nos dias quentes. O ideal é que a fruta seja servida sem a casca e sem as sementes.

Morango – possui vitamina C, alto teor de água e fibras, além de nutrientes antioxidantes.

Banana – embora possua minerais importantes como ferro, potássio e magnésio, é necessário ter cuidado com a quantidade servida: a banana é uma fruta bastante calórica e pode piorar quadros de obesidade se oferecida em excesso.

Manga – pode ser oferecida com segurança, mas é necessário evitando entregar a manga inteira e retirando o caroço antes para o cachorro não correr o risco de engasgar, além de evitar danos para o trato digestivo do animal. A manga possui benefícios para a energia e função cerebral, além de possuir propriedades antioxidantes.

Maçã – considerada uma das favoritas dos cachorros, é importante que ela seja oferecida sem os caroços pois eles são tóxicos para os bichinhos. Seus principais benefícios são fibras e vitaminas A, E, C e B.

Mamão – rico em fibras e outros nutrientes que fazem bem para o organismo, deve ser oferecido apenas em pequenas quantidades, já que seu excesso pode causar diarréia no animal.

Caqui – também contém muitas fibras, que ajudam na digestão, mas deve ser servido sem os caroços.

Além de escolher as futas adequadas, é importante que na hora de servir as frutas para o seu cachorro você corte em pedaços que sejam fáceis para o animal digerir ou transforme a fruta em purê. Outra possibilidade é congelar a preparação para fornecer um snack refrescante para os dias mais quentes. No geral, o indicado é que as frutas não sejam dadas no lugar das refeições, mas sim como petiscos, complementando as refeições maiores.

Com informações do UOL

VER MAIS

VER MAIS