Reprodução/Agência Pará
Reprodução/Agência Pará

Belém recebe investimentos de mais de R$ 200 milhões em saneamento, economia e urbanismo

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O município de Belém vai receber um investimento de mais de R$ 213 milhões nas áreas de saneamento, economia, assistência e urbanismo. O aporte financeiro faz parte de um convênio assinado na noite desta sexta-feira, 20, entre a Prefeitura de Belém e o governo do Pará, em evento realizado na na Arena Guilherme Paraense, o Mangueirinho.

Durante a programação aproximadamente 400 famílias receberam o titulo de propriedade, por meio do programa municipal Terra da Gente. O documento assinado pelo prefeito Edmilson Rodrigues e o governador Helder Barbalho renovou o Termo de Renovação de Programas, Ações Cooperadas e Convênios entres as esferas.

CONTINUE LENDO...

Saneamento

Revitalização asfáltica, limpeza, drenagem e dragagem de canais são prioridade no programa. Serão destinados R$ 40 milhões para as obras de recuperação e recapeamento asfáltico, que alcançará mais de 27 quilômetros de vias recuperadas em diversos bairros e mais R$ 40 milhões para a drenagem e dragagem dos 65 canais da capital.

Outra área beneficiada com o convênio será a de economia com a recuperação e revitalização das feiras e mercados da Terra Firme, Complexo da Pedreira, Mercado de Farinha do Guamá, Complexo do Guamá e Mercado de Icoaraci. A obra será executada pela prefeitura.

“É um acordo que a prefeitura entra com recursos e o governo do estado também entra com uma grande parte dos recursos. Vamos ter mais orçamento para fazer a dragagem dos canais, vamos recuperar vias. Já temos seis projetos prontos para a reforma das feiras e vamos executá-los”, explicou o prefeito Edmilson Rodrigues.

Reurbanização

O convênio também valerá para a obra da avenida 25 de Setembro, atual Romulo Maiorana, que será totalmente reurbanizada. O projeto está pronto e será executado pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb).

Assistência – A cooperação entre a Prefeitura de Belém e o governo do estado para o programa de renda básica Bora Belém foi renovado por mais 12 meses. Para cada R$ 1 milhão investido pelo município, o estado aplica o mesmo valor. A contrapartida do estado, atualmente, é de R$ 30 milhões.

Atualmente, o programa atende mais de 16 mil famílias e tem o objetivo de chegar aos 22 mil beneficiários. A dona de casa Bárbara da Silva, de 26 anos, compareceu ao evento e comemorou a renovação da parceria do programa que mudou sua vida.

“Na minha família o Bora Belém tem uma grande importância. Sou mãe solteira e conto com essa renda todo mês. O Bora me ajuda a manter minhas filhas, pois estou desempregada. Fico feliz e aliviada pela renovação dessa parceria”, garantiu a jovem.

O governador Helder Barbalho destacou a parceria entre as esferas estadual e municipal. “Hoje é um dia histórico para Belém. Uma cidade desafiadora e com problemas estruturais históricos e que precisa da parceria do governo do estado com o município”.

Títulos – Durante o evento no ginásio Mangueirinho, foram entregues mais de 400 Títulos para moradores de baixa renda, dos bairros de Fátima, Carmelândia, Bengui e Área Central da Cohab (Icoaraci).

O documento de propriedade faz parte do Programa Municipal de Regularização Fundiária Terra da Gente, realizado em parceria com o estado.

A autônoma Hilda Rabelo, de 50 anos, não escondeu a felicidade de receber o título de propridade que aguardava há 20 anos.

“Sou moradora do bairro do Bengui. Há 20 anos espero há muito tempo por essa documentação do meu terreno. Todos nós do Bengui esperávamos por esse título e, hoje, estamos recebendo e comemorando”, informou

Com informações da Agência Belém.

VER MAIS

VER MAIS