Reprodução
Reprodução

Dificuldade para engravidar: saiba os motivos que prejudicam a fertilidade feminina

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Mesmo monitorando seu ciclo menstrual, tendo uma dieta excelente e um estilo de vida saudável, você ainda pode ter dificuldade para engravidar.

Existem muitos fatores relacionados à saúde e ao estilo de vida que influenciam a gravidez: o cronograma de ovulação, a fertilidade de do parceiro, condições médicas subjacentes, como a síndrome dos ovários policísticos (SOP) ou doenças autoimunes e até mesmo os medicamentos que você está tomando. E se você não estiver ciente dos fatores que podem estar atrapalhando a concepção, pode acabar frustrada. 

CONTINUE LENDO...

Seu ciclo menstrual e ovulação podem ser irregulares

Durante a ovulação, os ovários liberam um óvulo que pode ser fertilizado em uma janela de 24 horas. Dessa forma, a gravidez depende de um ciclo menstrual regular a cada 21 a 35 dias, e você precisa ovular para poder engravidar. 

Existem algumas razões pelas quais seu ciclo e, consequentemente, sua ovulação, podem ser irregulares. Problemas de tireoide, SOP, estresse, excesso de peso ou baixo peso são algumas delas.

Você pode recuperar sua ovulação com uma dieta saudável repleta de frutas, vegetais, grãos integrais e gorduras saudáveis ​​(como salmão e abacate), por exemplo, além de se exercitar regularmente e reduzir o consumo de álcool e excesso de cafeína. Da mesma forma, manter o estresse sob controle e implementar estratégias regulares de autocuidado também serão úteis nesse momento.

A idade aumenta a dificuldade para engravidar

Quanto mais jovem você for, mais fácil será engravidar. “Embora não haja uma idade única em que todas as mulheres comecem a ter problemas de fertilidade, a oferta e a qualidade dos óvulos tendem a diminuir mais rapidamente após os 35 anos”, relata a endocrinologista reprodutiva Meike Uhler.

Acima do peso

Estar acima ou abaixo do peso pode alterar os padrões de ovulação, afetando, assim, a habilidade de comceber.

Por perturbar a capacidade do corpo de regular a insulina, a SOP é comumente associada à obesidade e também contribui para a ovulação irregular. Em contrapartida, o baixo peso corporal também pode levar a irregularidades em seus ciclos menstruais.

Infertilidade do parceiro

Homens podem ter problemas de fertilidade devido a razões hormonais, genéticas ou fatores ambientais, de acordo com Meike. Problemas nos hormônios de sinalização da glândula pituitária nos testículos, obstrução nos testículos ou exposição a toxinas e produtos químicos, como BPA (em plástico), álcool ou drogas são alguns fatores de risco.

Dessa forma, seu parceiro deve realizar uma análise de sêmen para estudar as razões pelas quais a infertilidade existe. Em termos de estilo de vida, especialistas recomendam manter uma dieta equilibrada, um regime de exercícios, parar de fumar e ingerir um multivitamínico diário para homens.

Endometriose

A endometriose é uma condição na qual o tecido endometrial, que deveria estar crescendo dentro do útero, cresce fora dele em locais como ovários, trompas de Falópio e em outras regiões da cavidade pélvica. Além de ser dolorosa, a condição pode atrapalhar suas chances de concepção.

Apesar de não ser impossível engravidar naturalmente se você tiver endometriose, o distúrbio geralmente causa dor extrema durante a menstruação e o sexo. Você pode ter o tecido endometrial removido cirurgicamente, mas também pode precisar recorrer à fertilização in vitro ou outros planos de reprodução assistida para ter um bebê.

Trompas de Falópio podem estar obstruídas

“Uma trompa de Falópio obstruída pode ser resultado de endometriose ou outro tecido cicatricial ou aderências”, explica Meike. Nesse caso, o óvulo não pode descer até o útero para ser fertilizado, mas a cirurgia laparoscópica pode resolver a obstrução.

Sofre de SOP…

De acordo com o portal, uma em cada 10 mulheres sofre com a síndrome dos ovários policísticos — que tende a afetar a ovulação normal. “Em mulheres com SOP, os hormônios necessários para um óvulo amadurecer completamente não estão presentes, impedindo a ovulação e causando a formação de cistos nos ovários“, explica Meike.

Sintomas de SOP incluem crescimento anormal do cabelo, acne, excesso de peso, depressão e pressão alta. A condição deve ser tratada sob supervisão médica.

… ou outra condição de saúde

“Há uma grande variedade de doenças autoimunes e algumas, como o lúpus, podem afetar a fertilidade ao interromper os ciclos menstruais e a ovulação”, pontua Meike. “Um diagnóstico anterior de IST (infecção sexualmente transmissível), como gonorreia ou clamídia, pode resultar em doença inflamatória pélvica, outra causa potencial de trompas de Falópio obstruídas”, acrescenta.

Além disso, alguns medicamentos prescritos, como aqueles para ansiedade e depressão, também podem afetar a fertilidade porque acometem seus hormônios, mas não devem ser interrompidos sem avaliação médica.

Miomas uterinos estão presentes

Outra causa potencial (e muitas vezes dolorosa) de problemas de infertilidade são os miomas uterinos. Trata-se de tumores benignos que crescem dentro do útero e, se estiverem na cavidade uterina, podem impedir que um óvulo fertilizado se implante na parede uterina. Os miomas podem ser removidos cirurgicamente.

O organismo precisa de tempo para se ajustar à interrupção do anticoncepcional

Uma vez que você decide ter um bebê e interrompe a pílula anticoncepcional, pode demorar até que engravide. Por isso, dê tempo ao seu corpo. Se em um ano após a interrupção da pílula você ainda não tiver conseguido conceber, entretanto, pode ser hora de consultar um médico.

Estresse atrapalha seu corpo

cortisol (hormônio do estresse) pode descontrolar todos os outros hormônios, o que atrapalha sua ovulação e ciclo regular. Nesse sentido, pode ser útil gerenciar o estresse crônico por meio de práticas de mindfulness e outras como ioga, acupuntura e massagem.

Você não tentou por tempo suficiente ou nos momentos certos

Se você vem tentando há um ou dois meses e ainda não obteve sucesso, não presuma que se trata de infertilidade. “Em geral, a infertilidade é definida por não engravidar após um ano de relações sexuais regulares desprotegidas (o que significa fazer sexo regular pelo menos a cada dois dias na época da ovulação)”, detalha a ginecologista e obstetra Mary Jane Minkin.

Dessa forma, sua idade também interfere no sucesso: mulheres com menos de 35 anos podem esperar cerca de um ano de tentativas antes de recorrer a uma consulta médica. Mulheres com mais de 35 anos, em contrapartida, devem procurar um médico depois de seis meses, para não perder tempo.

Como melhorar sua fertilidade

• Tenha uma dieta balanceada;

• Não fume;

• Exercite-se regularmente e trabalhe na liberação do estresse;

• Faça testes de ovulação em casa regularmente, para programar suas relações sexuais de acordo; 

• Tome suplementos (sob recomendação médica) para aumentar a fertilidade com seu parceiro;

• Faça acompanhamento médico e mantenha as consultas e exames de rotina em dia.

Com informações da Isto É

VER MAIS

VER MAIS