Reprodução
Reprodução

Alunos passam mal após dedetização em escolas municipais do Pará

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Alunos de várias escolas municipais de Ipixuna, no nordeste do Pará, passaram mal, na terça-feira, 2, após um serviço de dedetização feito nos prédios de 13 unidades.

Os alunos apresentaram sintomas como ardência nos olhos, irritação na pele e dificuldades para respirar. A prefeitura da cidade informou que tudo ocorreu após as escolas receberem o serviço de dedetização para eliminar a presença de insetos no domingo, 30, mas ainda na terça-feira, 2, o cheiro forte dos produtos teria causado os problemas de saúde em estudantes e funcionários.

CONTINUE LENDO...

A Secretaria Municipal de Educação suspendeu as aulas e encaminhou alunos e funcionários afetados para hospitais. Após atendimento médico, todos foram liberados. A previsão de retorno é para a próxima segunda-feira, 8.

Em nota, a secretaria disse que “está junto com a Secretaria de Saúde e Meio Ambiente trabalhando para resolver a situação de forma técnica” e que a “a prefeitura já notificou a empresa responsável pela aplicação do inseticida para prestar esclarecimentos”.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }