Roma News
Roma News

Após liberar a última refém na Augusto Montenegro, homem em surto tentou se matar

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O assalto que aconteceu na Augusto Montenegro, no bairro da Marambaia, durou mais de 17 horas. Um homem, identificado como Yan, em surto manteve refém uma mulher e seus três filhos dentro de um carro de aplicativo na noite desta quarta-feira, 8. Por volta de 12h desta quinta-feira, 9, Yan liberou a última refém.

Segundo a Polícia Militar, Yan tentou tirar sua vida cortando seu pescoço. Ele foi rapidamente atendido por socorristas do Serviço Móvel de Urgência e Emergência, em Ananindeua, que fizeram uma contenção no local do ferimento. Ele está sendo escoltado por policiais militares, ainda não se sabe o quadro de saúde.

CONTINUE LENDO...

Uma imagem compartilhada nas redes sociais mostra Yan sendo socorrido e com muito sangue na pista. Ele foi atendido ao lado do carro onde permaneceu por mais de 17 horas.

PAI DESABAFA

O pai do homem, identificado como Yan, emocionado disse que seu filho estava em surto e que não era bandido. “Isso não foi um assalto e nem roubo, vocês viram, ele apenas surtou”, disse aos prantos.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }