Assembleia Geral da Unimed Belém aprova contas de diretoria afastada

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Assembleia Geral Ordinária de Cooperados da Unimed Belém aprovou, no último sábado, 25, sem ressalvas, as contas do exercício de 2022 da Diretoria Executiva, que havia sido destituída do cargo em janeiro deste ano.

A aprovação das contas se baseou no relatório técnico de uma auditoria externa e independente, que apontou “expressivos resultados financeiros positivos”.

CONTINUE LENDO...

A Assembleia que destituí a então Diretoria Executiva, em janeiro, foi convocada após decisão da Justiça. Desde então, a administração da Unimed Belém está em disputa judicial.

No início de março, durante uma Assembleia Geral Extraordinária, os cooperados chegaram a eleger a médica Liane Rodrigues como diretora-geral para exercer o mandato complementar referente ao período 2023-2025.

Mas, de acordo com a defesa da diretoria destituída, todas as decisões tomadas após a AGE de janeiro, inclusive a eleição, são provisórias, já que ainda não houve julgamento do mérito na ação que questiona o afastamento da Diretoria Executiva.

Em nota enviada à redação do Portal Roma News, a Unimed Belém informou que “os Médicos Cooperados entenderam que o balanço apresentado condizia com a as normativas contábil e fiscal, mesmo havendo a possibilidade de confirmação na escrituração oficial; ainda que essa realidade tenha sido alcançada por atos administrativos não aprovados pela Assembleia de cooperados. Fato é que a aprovação das contas pela Assembleia Geral consiste na validação dos registros contábeis realizados, estritos à situação patrimonial da cooperativa, ao fim do exercício de 2022 e seu registro adequado no balanço”.

Ainda segundo a nota, “a aprovação das contas não necessariamente quer dizer que o resultado foi positivo, mas sim que de fato os registros realizados são condizentes com os critérios trabalhados. Tanto isso é verdade que a cooperativa experimentou prejuízo no mencionado exercício, os quais foram cobertos pelo fundo de reserva até o presente momento”. 

VER MAIS

VER MAIS