Foto: Reprodução/WhatsApp
Foto: Reprodução/WhatsApp

Banhistas flagram uma das maiores espécies de tartarugas do mundo em praia de Salinas; assista

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Na noite desta quinta-feira, 9, um vídeo compartilhado em aplicativos de troca de mensagens, mostra o momento em que banhistas encontram uma das maiores espécies de tartarugas do mundo, a tartaruga-de-couro, nas areias da Praia das Corvinas, no município de Salinópolis, no nordeste paraense. Veja:

tartaruga-de-couro ou tartaruga-gigante, é a maior das espécies de tartarugas que existem no mundo. Ela é muito diferente das outras, tanto na sua aparência, quanto na sua fisiologia, sendo a única espécie que está presente. Essa espécie possui uma carapaça negra, constituída de tecido macio e vivem sempre em alto-mar, se aproximando do litoral somente para desova. Elas se alimentam preferencialmente de águas-vivas e ascídias

CONTINUE LENDO...

A espécie tem um tamanho médio em torno de 2 metros de comprimento por 1,5 m de largura e chega a pesar cerca de 500 kg, embora já tenha sido encontrado uma com 900 kg e 3 metros de comprimento, o maior já registrado.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }