Foto: Amarilis Marisa/Agência Belém
Foto: Amarilis Marisa/Agência Belém

Belém é preparada para a COP-30; veja as obras municipais de infraestrutura

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em preparação para realizar a COP-30, em novembro de 2025, a Prefeitura de Belém executa obras prioritárias que devem transformar a cidade para receber chefes de estado e de governos, diplomatas e quem vier participar da mais importante conferência das Nações Unidas (ONU) sobre mudanças climáticas.

Além de realizar “a melhor COP de todos os tempos” (palavras do presidente Lula), a Prefeitura de Belém se empenha em garantir um legado para a cidade que beneficie a toda a população, com nas obras de infraestrutura.

CONTINUE LENDO...

Parque São Joaquim

O Parque Urbano Igarapé São Joaquim, na Bacia Hidrográfica do Una, com área de 6,48 hectares e 4,6 km de extensão, vai receber obras de urbanização, sistema de esgotamento sanitário, drenagem pluvial, abastecimento de água e mobilidade urbana, orçadas em R$ 150 milhões. Pela extensão e localização, o projeto dará uma nova cara a Belém, com mais beleza e qualidade de vida.

Complexo do Ver-o-Peso

Já a reforma do Complexo do Ver-o-Peso vai contemplar todas as dependências do espaço público mais simbólico de Belém: os mercados da Carne e do Peixe, as feiras de ervas e hortigranjeiros, os boxes de comidas e a venda de artesanato, além da Pedra do Peixe e estacionamento, assim como a Feira do Açaí. Ainda estão incluídas as revitalizações das Avenidas João Alfredo e Santo Antônio, no centro comercial.

Mercado de São Brás

Com o prazo de 18 meses para execução, a reforma e a requalificação do mercado de São Brás estão orçadas em R$ 50 milhões. As obras já começaram e constam de espaço de lazer, restaurantes, mezanino, estacionamento e manutenção das vendas de cerca de 330 permissionários que trabalham no local.

Duplicação da Bernardo Sayão

A mobilidade urbana também será incrementada com a duplicação da Avenida Bernardo Sayão, como parte do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promaben). A via liga os bairros Jurunas, Condor, Cremação e Guamá com grande fluxo diário de veículos, ciclistas e pedestres.  A obra, que por décadas foi reivindicada pela população, vai beneficiar toda a cidade.

“Esse é o momento de a Amazônia ser lembrada como uma região importante para o futuro da humanidade. Ser pensada em uma perspectiva estratégica de futuro sustentável para o Brasil e para o mundo, tendo os amazônicos como parte dela. Queremos ser protagonistas desse projeto de futuro”, afirma Edmilson Rodrigues.

Fonte: Agência Belém

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }