Foto: Agência Belém
Foto: Agência Belém

Belém tem vacinação contra covid e gripe neste sábado; veja onde se vacinar

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Belém segue com o esquema de vacinação contra a covid-19 e gripe neste sábado, 17. Agora, o atendimento segue com a disponibilidade de vacinação pelos imunizantes distribuídos para as salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e pontos extras, instalados em alguns shoppings da capital.

Nova estratégia da Vacinação contra covid-19 para 2024

CONTINUE LENDO...

Nesta retomada, a Sesma adotará a nova estratégia de vacinação contra a covid-19, para este ano, recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde (MS), que estabeleceu grupos prioritários que devem receber o imunizante.

Para definir esses grupos prioritários, o Ministério da Saúde considerou as recomendações do Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização da Organização Mundial de Saúde (SAGE/OMS), que estabeleceu como prioridade pessoas com maior vulnerabilidade ou condição que aumenta o risco para as formas mais graves da doença.

Em Belém, a nova estratégia visa, ainda, evitar aglomerações nos pontos de vacinação, considerando-se a grande procura pelo imunizante nas últimas semanas.

“Nós recebemos do Ministério da Saúde uma nota técnica sobre as novas recomendações da Estratégia da Vacinação contra Covid-19 para 2024. A partir de agora, o município de Belém passa a implementar essas novas orientações. Ressalto, ainda, que Belém segue todas as normatizações sobre oferta e calendários de vacinação estabelecidos pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde”, explica a Coordenadora do Programa de Imunização da Sesma, Nazaré Athayde. 

Grupos prioritários

Desde o dia 1º de janeiro de 2024, a vacinação contra a covid-19 de crianças de seis meses a menores de cinco anos está incluída no Calendário Nacional de Vacinação. Para as crianças, a recomendação é aplicar a primeira dose da vacina aos seis meses de idade, a segunda dose aos sete meses e a terceira dose aos nove meses.

No entanto, todas as crianças de seis meses a menores de cinco anos não vacinadas ou com doses em atraso poderão completar o esquema de três doses, seguindo o intervalo recomendado de quatro semanas entre a primeira e a segunda doses e oito semanas entre a segunda e a terceira. Crianças que já receberam três doses de vacinas contra a covid-19, neste momento, não precisam de doses adicionais.

O MS também passa a recomendar, ainda, uma dose anual ou semestral para grupos prioritários com cinco anos de idade ou mais e maior risco de desenvolver formas graves da doença.

Nos grupos prioritários, o intervalo entre as doses será de seis meses para indivíduos com 60 anos ou mais, pessoas imunocomprometidas, gestantes e puérperas. Para os demais públicos, o intervalo será anual: pessoas que vivem ou trabalham em instituições de longa permanência, indígenas, ribeirinhos, quilombolas, trabalhadores da saúde, pessoas com deficiência permanente ou comorbidades, pessoas privadas de liberdade com 18 anos ou mais, funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas e população em situação de rua.

É importante ressaltar que, à medida que novas estratégias sobre a vacinação contra a covid-19 forem orientadas pelo Ministério da Saúde, um novo cronograma será divulgado.

Quem deve receber a vacina contra covid-19, a partir de janeiro de 2024

– Crianças de 6 meses até 4 anos 11 meses e 29 dias de idade – esquema 3 doses;
– Pessoas acima de 5 anos de idade que pertencem aos grupos de alto risco e aqueles mais expostos (grupos prioritários);
– Dose de reforço a cada 6 meses:
– Pessoas de 60 anos ou mais de idade;
– Gestantes e puérperas;
– Pessoas imunocomprometidas a partir de 5 anos de idade;
– Dose de Reforço anual:
– Trabalhadores da saúde;
– Pessoas com comorbidades;
– Pessoas com deficiência permanente;
– Indígenas;
– Ribeirinhos;
– Quilombolas;
– Pessoas privadas de liberdade com 18 anos ou mais;
– Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas (12 a 17 anos);
– Funcionários do sistema de privação de liberdade;
– Pessoas em situação de rua;
– Pessoas vivendo em instituições de longa permanência e seus trabalhadores;

Veja a definição de pessoas imunocomprometidas ou em condição de imunossupressão:
– Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea;
– Pessoas vivendo com HIV (PVHIV);
– Pessoas com doenças inflamatórias imunomediadas em atividade e em uso de corticoides em doses maior ou igual que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por mais de 14 dias. Crianças: doses de prednisona, ou equivalente, ≥ 2mg/Kg/dia por mais de 14 dias até 10Kg;
– Pessoas em uso de imunossupressores e/ou imunobiológicos que levam à imunossupressão;
– Pessoas com erros inatos da imunidade (imunodeficiências primárias);
– Pessoas com doença renal crônica em hemodiálise;
– Pacientes oncológicos que realizam ou realizaram tratamento quimioterápico, ou radioterápico e estão em acompanhamento;
– Pessoas com neoplasias hematológicas;

Comorbidades
– Diabetes mellitus;
– Pneumopatias crônicas graves;
– Hipertensão Arterial Resistente (HAR);
– Hipertensão arterial estágio 3;
– Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo;
– Insuficiência cardíaca (IC);
– Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar;
– Cardiopatia hipertensiva;
– Síndromes coronarianas;
– Valvopatias;
– Miocardiopatias e Pericardiopatias;
– Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas;
– Arritmias cardíacas;
– Cardiopatias congênitas em adultos;
– Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
– Doenças neurológicas crônicas e distrofias musculares;
– Doença renal crônica;
– Hemoglobinopatias e disfunções esplênicas graves;
– Obesidade mórbida;
– Síndrome de Down e outras trissomias;
– Doença hepática crônica;

Influenza

Desde a última quinta-feira, 4, a campanha de vacinação contra a gripe já está disponível para todas as pessoas acima de 6 meses de idade em Belém. A vacina mais recente, produzida no Instituto Butantan, ofertada pelo SUS protege contra três vírus respiratórios: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B e contribui para reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população-alvo para vacinação na região norte.

A população pode buscar a imunização contra influenza de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 9h às 17h, nas salas de imunização da rede municipal e nos shoppings da capital.

Onde se vacinar contra a gripe influenza

Unidades de Saúde funcionam das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira:

UBS Fátima – Rua Domingos Marreiros, Nº 1664;
UBS Bengui II – Pass. Maciel, S/N – Ao lado da Escola Marilda Nunes;
UBS Cabanagem – Rua São Paulo, S/N – Entre Rua São Pedro e Rua Olímpia;
UBS  Mangueirão – Rua São João – 1;
UBS Satélite – Conj. Satélite, WE 8;
UBS Sideral – Rua Sideral – Esquina com Av. Brasil;
UBS Tapanã – Rua São Clemente;
UBS Pratinha – Rod. Arthur Bernardes – Base Naval;
UBS Castanheira – Pass. Sol Nascente – Castanheira;
UBS Curió – Pass. Eng. Alberto Engelhard – Estrada da Ceasa;
UBS Águas Lindas – Conj. Verdejantes I, 2ª Rua, S/N;
UBS Marambaia – Av. Augusto Montenegro;
UBS Portal da Amazônia – Rua Osvaldo de Caldas Brito – 30 B – Jurunas;
UBS Condor –  Pass. Lauro Malcher, Nº 285;
UBS Terra Firme – Rua São Domingos esq da Passagem 2 de junho;
UBS Guamá – Rua Barão de Igarapé-Miri, Nº 479;
UBS Terra Firme – Pass. São João, Nº 170 – Terra Firme;                        
UBS Tenoné II – Rua 6ª Linha – S/N, ao lado da Fund. Paula Francinete;
UBS Paracuri I – Pass. Maura, 218, entre a 3ª e a 4ª Rua;
UBS Icoaraci – Rua Manoel Barata, Nº 840;
UBS Fidélis – Rua Pantanal – S/N – Outeiro;
UBS Cotijuba – Rua Manoel Barata, S/N – Ilha de Cotijuba;
UBS Outeiro – Rua Manoel Barata, S/N;
UBS Canal da Pirajá – Tv Barão do Triunfo – 1015, Esq. com a Rua Nova – Pedreira;
UBS Paraíso dos Pássaros – Rua dos Tucanos;
UBS Providência – Av. Norte;
UBS Sacramenta – Av. Senador Lemos – Esquina com Dr. Freitas;
UBS Telégrafo – Rua do Fio – Entre Pass. São João e Pass. São Pedro;
UBS Vila da Barca – Rua Cel Luiz Bentes – Próximo à Avenida Pedro A. Cabral;
UBS Baía do Sol – Av. Beira Mar, S/N – Mosqueiro;
UBS Maracajá – Tv. Siqueira Mendes, S/N.

Shoppings centers

Horário: 10h às 17h, até o dia 15 de janeiro, exceto aos domingos (apenas as vacinas contra covid-19 e influenza);
– Pátio Belém (Travessa Padre Eutíquio, 1.078, Batista Campos);
– Bosque Grão-Pará (Avenida Centenário, 1.052, Mangueirão);
– It Center (Avenida Senador Lemos, 3.153, Sacramenta).

VER MAIS

VER MAIS