Foto: Agência Pará
Foto: Agência Pará

Caravana ‘Brasil Sem Fome’ chega em Soure, no Marajó

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nesta sexta-feira, 19, o governador do estado do Pará, Helder Barbalho, e o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), Wellington Dias, estiverem em Soure, na capital do Marajó, com a Caravana “Brasil Sem Fome”. O governador do Estado do Pará ressaltou a importância da parceria com o governo federal para ajudar a população do Marajó.

“Hoje venho aqui para agradecer ao governo federal e levem ao presidente Lula o sentimento da parceria, da gratidão, da certeza que este é o caminho da transformação da realidade social do Pará, particularmente do Marajó. Nos enche de esperança o conjunto de ações que está sendo realizado, que está sendo anunciado por compreendermos que, efetivamente, estamos colocando o Marajó no orçamento do Brasil, do governo federal, tornando-o prioridade para cada ministério para mudar realidades”, disse o chefe do executivo estadual.

CONTINUE LENDO...

Como parte de uma articulação estratégica do Plano Brasil Sem Fome (PBSF), a caravana apresentou seus objetivos e anúncios, além do ato de assinatura de adesão ao plano que será operacionalizado no Pará. O ministro ressaltou que os investimentos são para garantir o desenvolvimento do país com mais igualdade. 

“Vamos investir R$ 700 milhões que englobam educação, sistema de água, apoio a produção de alimentos, saúde, regularização fundiária, “Luz para Todos”, comunicação com internet… ou seja, um conjunto de investimentos que se somam aos investimentos do PAC. Desses R$ 700 milhões, 165 foram reservados só para o arquipélago do Marajó e Soure, aqui, que certamente como uma cidade importante, receberá também esses investimentos”, explicou o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) Wellington Dias.

Ainda de acordo com ele, essa é a segunda vez em Soure. “É uma honra e um prazer muito grande estar aqui junto ao ministro André de Paula e do Ministério da Pesca pelo governo do presidente Lula, que gosta muito do povo do Pará e do Marajó. Estamos trabalhando em uma integração de esforços e de recursos para trabalhar juntos. A missão dada pelo presidente é ter de novo um Brasil com mais igualdade. Dentro do Pará, temos um olhar especial para um arquipélago do Marajó, que tem quase 600 mil habitantes. É um local com um potencial extraordinário, um povo inteligente, trabalhador que precisa de apoio. Soure hoje representa os 17 municípios do Marajó para anunciarmos os investimentos com o governador Helder Barbalho e com a bancada de 24 ministérios e a comunidade”, complementou.

Com articulação entre os governos Federal, estadual e municipal, a iniciativa promove o diálogo, a integração e elaboração de políticas voltadas para a segurança alimentar e nutricional, conforme características e necessidades e características de cada localidade. O gestor municipal de Soure, Guto Gouvêa, ressalta a importância do projeto para os munícipes 

“É um momento de expectativa muito boa, um grande exemplo do pacto federativo da união do governo federal, estadual e municipal e a presença dos ministros aqui no Marajó, acompanhado do nosso governador Helder Barbalho, trazendo esses benefícios que são muito importantes. Primeiro, uma consideração muito grande do governo federal conosco por essa Caravana ser o segundo estado está passando pelo Pará e fazer o lançamento aqui no Marajó e vai ajudar muito o desenvolvimento da nossa região. Não existe um progresso numa região, não existe um progresso no Marajó se nós tivermos algum irmão nosso passando fome. Então, todos esses benefícios vão vir literalmente na veia das nossas problemáticas sociais e nossas expectativas são as melhores possíveis”, disse o prefeito.

Essas medidas compõem um conjunto de políticas públicas, investimentos e esforços coordenados para promover o acesso à renda, à cidadania e à alimentação adequada para toda a população brasileira. 

Plano Brasil Sem Fome

Ele concentra ações e programas dos 24 ministérios que compõem a Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan), organizadas em três eixos: acesso à renda, redução da pobreza e promoção da cidadania; alimentação adequada e saudável, da produção ao consumo; mobilização para o combate à fome.

Ministério da Pesca – Também durante a agenda, foi assinado a liberação de R$ 5.141.463,73 para a execução de ações de fomento à pesca e aquicultrua no estado. São oito Termos de Execução Descentralizada (TED) formados entre o Ministério da Pesca e Aquicultura e instituições de ensino superior, um convênio com a Fundação Amazônia de Amparo à Estudos e Pesquisas do Pará, um Termo de fomento com a Associação dos Piscicultores e Agroextrativas da comunidade Ana, dentre outros investimentos para o setor.

Com informações da Ag. Pará

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }