Carro utilizado no crime contra sargento dos Bombeiros apresentava perfurações na parte traseira. (Reprodução / Redes sociais)
Carro utilizado no crime contra sargento dos Bombeiros apresentava perfurações na parte traseira. (Reprodução / Redes sociais)

Carro utilizado na morte de Bombeiro Militar é apreendido na Grande Belém; dono foi preso em flagrante

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O carro utilizado na morte do sargento do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) Luiz Carlos Martins da Silva Júnior, de 42 anos, na noite da última terça-feira, 19, foi localizado e apreendido pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira, 20, em Ananindeua, no local chamado de Baixada do EMOPS. O dono do veículo foi identificado e preso em flagrante.

Segundo o relatório da PM, o carro prata utilizado no crime tinha uma perfuração no vidro traseiro, o que facilitou as buscas. O carro passou por perícia ainda na manhã de hoje no lugar onde foi encontrado, no bairro Levilândia, em Ananindeua.

CONTINUE LENDO...

Após a localização do carro, o dono do veículo foi identificado como Renan Monteiro Correia, e teria sido visto se desfazendo de objetos enrolados em sacos plásticos. Momentos depois foi constatado que os objetos seriam substâncias entorpecentes: três papelotes de maconha, outro de oxi e um de cocaína, segundo o relatório policial.

Ele confessou para à polícia que teria emprestado o carro para dois homens conhecidos como “M7” e “BL”. Ele foi detido em flagrante por tráfico de drogas e encaminhado para a Delegacia de Homicídios.

O crime

A vítima estava em frente a uma quadra de esportes conversando com algumas pessoas quando um carro prata se aproximou. Um dos suspeitos desceu do veículo e atirou contra o militar. Os criminosos fugiram. Segundo a Polícia Militar, o bombeiro já havia sofrido outro atentado, mas sobreviveu. A motivação do crime é desconhecida.

Câmeras de segurança flagraram a ação. Clique aqui para assistir.

O portal Roma News entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda mais informações sobre o caso.

VER MAIS

VER MAIS