Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Comissão do Senado aprova projeto que pode aumentar conta de energia no Pará e em mais 15 estados

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou, nesta terça-feira, 23, um projeto de decreto legislativo que suspende normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que pode aumentar a conta de energia no Pará e mais 15 estados. O projeto vai afetar a tarifa de energia de consumidores na região norte e nordeste do Brasil.

O projeto teve parecer favorável da comissão, incluindo o relator do projeto na comissão, senador Otto Alencar (PSD-BA). Segundo o senador, diz que as normas da Aneel são “uma política ineficiente do ponto de vista de utilização dos nossos recursos naturais e equivocada”.

CONTINUE LENDO...

Segundo informações do G1, a proposta foi aprovada pela Câmara do deputados em novembro de 2022, sob autoria do deputado Danilo Forte (União-CE).

O texto aprovado pela Comissão de Infraestrutura do Senado, segue para a Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

Como vai funcionar?

Como Norte e Nordeste se tornaram exportadores de energia para outras regiões, a Aneel mudou o cálculo – o que reduziria a tarifa para o consumidor, em média, em 0,8% (Nordeste) e 2,4% (Norte).

Em contrapartida, a Aneel previa um custo maior para os empreendimentos de geração de energia nessas regiões. O projeto que tramita no Senado reverte a situação atual: aliviando o lado dos empreendimentos e restabelecer um valor mais alto nas contas de energia.

Se o projeto for aprovado, os consumidores de energia devem ter um prejuízo de R$ 800 milhões por ano, segundo a Frente Nacional dos Consumidores.

VER MAIS

VER MAIS