Yann Carlos Monteiro, suspeito de sequestrar uma família na Augusto Montenegro, em Belém-Imagem: Reprodução
Yann Carlos Monteiro, suspeito de sequestrar uma família na Augusto Montenegro, em Belém-Imagem: Reprodução

Exclusivo: Justiça marca data de exame psiquiátrico de sequestrador da Augusto Montenegro, em Belém

COMPARTILHAR:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Em uma conversa exclusiva do portal Roma News, com a Advogada Marilda Cantal, que representa Yann Carlos Monteiro, de 27 anos, que sequestrou Ana Júlia, de 26 anos, e seus três filhos na Augusto Montenegro, em Belém, informou que o exame que define o laudo psiquiátrico do acusado foi marcado para ser realizado no dia 25 de maio.

Segundo a advogada, o exame foi marcado pelo juiz da 1ª vara criminal de Belém, onde o processo está tramitando. O pedido para a realização do exame que emite o laudo psiquiátrico de Yan, também foi solicitado pelo promotor que acompanha o caso.

CONTINUE LENDO...

Pedido de laudo psiquiátrico

Devido ao surto que o acusado apresentou dias antes da audiência de custódia, a advogada do Yann afirmou que entrou com um pedido de insanidade mental com todos os requisitos solicitados pelo exame, durante a audiência de custódia realizada no dia 15 de março. Ela ainda afirmou que caso de positivo, vai solicitar ao juiz que interne o acusado para tratamento.

“Eu entrei com um pedido de exame de insanidade mental com os quesitos, e caso de positivo, que o juiz mandasse interna-lo para tratamento, após o resultado do exame” afirmou Marilda.

Relembre o crime

O Pará e o Brasil acompanharam no dia 9 de março, o desfecho do caso em que Yann Carlos Monteiro Barroso, de 27 anos, manteve por 17 horas uma mulher refém, em um carro, na Avenida Augusto Montenegro, bairro da Marambaia, em Belém. Esse é o mais longo processo de negociação de liberação de reféns da história do Pará.

Yann teria abordado a vítima, identificada como Ana Júlia Sousa, de 26 anos, que estava com seus três filhos, de 3, 7 e 12 anos na noite da quarta-feira, 8. Armado com duas facas, o jovem abordou a família quando eles entravam em um carro de aplicativo. O motorista do veículo ainda chegou a travar uma luta corporal com Yann dentro do carro até que conseguiu fugir, levando as chaves do veículo e pedir ajuda da Polícia Militar que estava próximo ao local onde tudo aconteceu.

Duas das crianças foram liberadas ainda na noite de ontem, 8, uma às 22h50 e a outra por volta das 23h39. A terceira criança, de apenas 3 anos foi liberada por volta das 9h de hoje, 9. Mas a mãe das crianças, seguia sob o poder dele, sendo liberada somente 17h depois do início da ocorrência.

VER MAIS

VER MAIS

// try { // document.addEventListener("DOMContentLoaded", function() { // var bottomAds = document.getElementById("bottom-adsF");// console.log('bntt', bottomAds)// var toggleButton = document.createElement("span");// toggleButton.classList.add("toggle-view"); // toggleButton.onclick = toggleBanner; // Make sure to pass the function reference, not call it// var icon = document.createElement("i"); // icon.classList.add("fas", "fa-chevron-up"); // toggleButton.appendChild(icon); // // toggleButton.innerText = "ocultar/exibira"// bottomAds.appendChild(toggleButton);// let isVisible = false; // function toggleBanner (){ // isVisible = !isVisible; // if(isVisible){ // bottomAds.style.bottom = "0"; // }else{ // bottomAds.style.bottom = "-121px"; // } // } // toggleBanner ();// }); // } catch (error) { // console.error('Erro ao executar o código:', error); // }